quinta-feira, 14 de setembro de 2023

A variação positiva foi acompanhada por 3 das cinco atividades, com destaque para transportes (0,6%), que se recuperaram da queda de junho

O volume de serviços no Brasil cresceu 0,5% em julho ante junho, após ter registrado um avanço de 0,2% no mês anterior. Em relação a julho de 2022, o setor mostrou evolução de 3,5%, engatando assim 29 altas seguidas, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgados nesta quinta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O dado mensal veio acima da expectativa dos analistas: o consenso Refintiv apontava para crescimento de 0,4% no mês. Na comparação anualizada, o resultado ficou um pouco abaixo dos 3,6% esperados.

O setor se encontra 12,8% acima do nível de fevereiro de 2020 (pré-pandemia) e 0,9% abaixo de dezembro de 2022 (o ponto mais alto da série histórica).

Na comparação anualizada, o resultado ficou um pouco abaixo dos...

No acumulado nos primeiros sete meses do ano, o volume de serviços mostrou expansão de 4,5% ante igual período de 2022. Já no acumulado dos últimos doze meses, a alta foi de 6,0%.

A variação positiva dos serviços foi acompanhada por 3 das cinco atividades, com destaque para os serviços de transportes (0,6%), que se recuperaram da queda (-0,4%) de junho.

Os demais avanços do mês vieram dos serviços prestados às famílias, com alta de 1,0% na leitura mensal e de 4,9% no período de abril a julho. Outros serviços, por sua vez, cresceram 0,3% no mês, recuperando quase todo revés de junho (-0,4%).

Em sentido oposto, os serviços profissionais, administrativos e complementares recuaram 1,1% e informação e comunicação caiu 0,2%.

Ainda na série com ajuste sazonal, a média móvel trimestral foi de 0,7% no trimestre encerrado em julho frente ao nível do mês anterior, o maior resultado desde dezembro de 2022 (0,8%).

Entre os setores, quatro das cinco atividades avançaram frente ao trimestre terminado em junho: serviços prestados às famílias (1,3%); transportes (0,8%); informação e comunicação (0,2%); e outros serviços (0,2%). O único revés foi em serviços profissionais, administrativos e complementares (-0,2%).

 

INFOMONEY

EDIÇÃO DE ANB

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB