quarta-feira, 13 de abril de 2016
Após o desaparecimento do PMDB e PSB do cenário, partidos podem definir os rumos das oposições para o pleito de 2016.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

O desaparecimento dos até então principais pré-candidatos oposicionistas Júlio Matos (PMDB) e Arnaldo Colaço (PSB) do debate que vem sendo travado em São José de Ribamar pela sucessão do atual prefeito Gil Cutrim(PDT) deu voz e vazão às ações de duas legendas que, incansáveis, se destacam atualmente na discussão das eleições deste ano.

O PMDB de Júlio Matos mantém discurso que não agrada aos ribamarenses: faltando reciclar-se, o partido sumiu do debate 
Aproveitando a ausência de Júlio e Arnaldo, o PEN, partido comandado pelo pré-candidato Jota Pinto e o PPL, presidido pelo também pré-candidato Roberto Câmara intensificaram nas últimas duas semanas a iniciativa partidária em Ribamar. Colaço e Matos obedecem a já tão conhecida e repudiada maneira de se fazer politica no município: ambos voltarão à cena três meses do pleito, como é de praxe.
Roberto Câmara(foto) fortalece articulação pela unidade das oposições em Ribamar; PPL pode comandar bloco
Guardando algumas peculiaridades, as pré-campanhas de Júlio Matos e Arnaldo Colaço caminham na contramão do novo momento histórico vivenciado hoje na cidade, onde a população busca definições e maior participação por parte de seus lideres junto aos problemas e desafios do município.  Arnaldo lança mão de agendas com o Governo do Estado, onde trabalha como assessor, para tentar aparecer como representante dos munícipes. Na prática, as muitas reuniões não tem saldo concreto para os ribamarenses que assistem aos encontros protocolares de autopromoção. Já Júlio não conseguiu mudar o discurso do achincalhe ou reciclar-se.
O PSB de Colaço assiste a agendas de autopromoção de seu pré-candidato Arnaldo com o Governo do Estado; estratégia desagrada eleitorado local
Dentro dessa conjuntura, Jota Pinto e Roberto Câmara surgem como os nomes que poderão a partir de agora aglutinar parte das forças de oposição ligadas aos demais partidos em atuação na Balneária. Formando grupos na cidade, tanto o PEN quanto o PPL não escondem o interesse em absolver os descontentes com a gestão Cutrim e congregá-los numa frente onde as siglas apontem os direcionamentos no seio oposicionista. Segundo apurou ANB, vem sendo cada vez mais indigesta a postura de Colaço e Matos junto aos setores progressistas de São José de Ribamar.

Presidente estadual do PEN, Jota Pinto é um dos pré-candidatos da oposição mais presentes na cidade; ele vem tentando a unificação das vozes 
Em flagrante fortalecimento para as eleições de 2016, os partidos capitaneados por Roberto e Jota, pela evidente organização interna e feição dialógica, democrática, vem chamando atenção de jovens lideranças locais. Do outro lado, o ranço das práticas continuistas de Júlio Matos e Arnaldo Colaço não agradam a grande parte do eleitorado que vê neles um retrato fiel de comportamentos que não cabem mais à nova realidade da cidade, hoje visivelmente constituída de gerações conscientes que abominam a presença e os resquícios de politicalha no município.
Acordo prevê reajuste de 28,5% nas tarifas de táxis em São Luís

Aumento vai entrar em vigor após publicação no Diário Oficial do Município.

Medida foi assinada no dia 6 de abril entre prefeitura e sindicato.

Um acordo assinado entre o Sindicato dos Taxistas do Maranhão e a Prefeitura de São Luís prevê reajuste de 28,5% nas tarifas de táxis da capital maranhense. A informação foi publicada pelo jornal "O Estado".

Segundo informações do sindicato, o valor da bandeirada vai aumentar de R$ 3,50 para R$ 4,50 e, as corridas, de R$ 2,50 para R$ 2,90 o Km na bandeira 1 e de R$ 2,90 para R$ 3,30 o Km na bandeira 2.

Bandeirada vai aumentar de R$ 3,50 para R$ 4,50 em São Luís (Foto: De Jesus/O Estado)
Bandeirada vai aumentar de R$ 3,50 para R$ 4,50 em São Luís 

Os taxistas argumentam que os aumentos visam cobrir gastos com combustível e peças. Assinado no dia 6 de abril, o acordo aguarda publicação no Diário Oficial do Município para entrar em vigor.

G1 entrou em contato com a Prefeitura de São Luís e aguarda posicionamento do órgão.

Fiscalização

Para cumprir a obrigatoriedade da aferição anual dos taxímetros, o Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq-MA) divulgou neste mês que vai fazer a aferição dos equipamentos instalados nos táxis de São Luís entre os dias 4 de abril e 23 de maio.

Inmeq-MA vai fiscalizar taxímetros entre abril e maio, em São Luís 

Para submeterem-se à aferição, os taxistas da capital devem providenciar as senhas para agendamento que serão entregues no Sindicato dos Taxistas de São Luís a partir desta quarta-feira (30).

Após obter a senha, o taxista deve se dirigir ao Inmeq-MA para que seja realizado o agendamento da aferição dos taxímetros. A meta do órgão é agendar para aferição cerca de 60 instrumentos por dia.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO G1MA

EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 

N° de visitas

relogio

Facebook

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:

(98) 9 8767-7101

E-mail:

agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com



Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB