Grandioso comício marca encerramento da campanha vitoriosa de Luis Fernando em São José de Ribamar
O candidato a prefeito de São José de Ribamar pela coligação “Aliança Democrática Ribamarense”, Luis Fernando Silva (PSDB), realizou, na noite dessa quinta-feira 29, o último comício de sua campanha eleitoral no município. O evento, que teve também a participação do vice do tucano, Eudes Sampaio, contou com a presença de cerca de 7 mil pessoas. 

População de São José de Ribamar compareceu  em massa ao último comício de Luis Fernando na cidade; eleições acontecem neste domingo.
Luis Fernando reafirmou seu compromisso de reconstruir a cidade e fazer uma administração ainda mais vantajosa. O tucano também agradeceu o carinho que recebeu da população, durante toda a campanha, e pela parceria dos mais de 130 candidatos a vereador das coligações que defendem o seu nome e de seu vice.

“Fizemos uma campanha limpa, propositiva e conversando com as pessoas. Fui recebido com muito carinho e respeito pelo povo e pelos candidatos que me acompanharam. E tudo isso será retribuído com muito trabalho nos próximos quatro anos”, assegurou o candidato.

MORROS: QUATRO ÔNIBUS ESCOLAR SÃO INCENDIADOS

Quatro  ônibus escolar foram incendiados em Morros
 
Na madrugada desta sexta-feira(30), quatro ônibus escolar foi incendiados no município de Morros.

De acordo com testemunhas, quatro homens em carro preto chegaram promovendo a empreitada criminosa .

Resultado de imagem para ONIBUS INCENDIADOS EM MORROS-MA
Os veículos ficaram totalmente destruídos pelo fogo.
Os veículos ficaram totalmente destruídos pelo fogo. A força de segurança foi acionada, porém ninguém foi preso.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO 180GRAUS
EDIÇÃO DE ANB ONLINE 
Domingos Dutra faz bandeiraço enquanto ônibus é consumido pelas chamas em Paço do Lumiar
Enquanto um ônibus era consumido pela chamas no bairro Tambaú, o candidato a prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PcdoB) fazia bandeiraço a poucos metros do local e parecia não se importar com a onda de violência que assusta os moradores.
 
Resultado de imagem para domingos dutra com adeptos tochas
ESTILO COMUNISTA Domingos Dutra fez bandeiraço enquanto ônibus era consumido pelas chamas.
Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (30) bandidos incendiaram o único posto de saúde do bairro Paranã, deixando os moradores asustados e sem saber a quem recorer para conter a onda de violência que se instalou no município.

O medo de novos ataque fez muitos moradores deixarem de ir ao trabalho e levar seu filhos a escola. Eles dizem que também vão evitar sair à noite.

O governador Flávio Dino, que deveria estar tomando medidas para conter a violência no Estado, está sendo aguardado no município para participar de uma carreata anunciada por Domingos Dutra, que parece se importar apenas em conquistar votos.
 

Mais um carro da Cemar é incendiado em São Luís

Hoje pela manhã um carro da companhia já havia sofrido um ataque na Via Expressa.

Um veículo pertencente à Companhia Energética do Maranhão (Cemar) foi incendiado no bairro do Maracanã. Hoje pela manhã um carro da companhia já havia sofrido um ataque na Via Expressa.

cemar-carro
Um veículo pertencente à Companhia Energética do Maranhão (Cemar) foi incendiado no bairro do Maracanã.
Segundo informações sobre o primeiro ataque, cinco homens teriam rendido os funcionários no bairro Ipase de baixo e em seguida levado o veículo para para Via Expressa e ateado fogo.

TRE-MA adia entrega de urnas devido a ataques

A entrega das urnas nas escolas ocorrerá amanhã até ás 18h.

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) cancelou a distribuição das urnas eletrônicas nas escolas onde ocorrerá votação neste domingo (02). O motivo é a insegurança devido aos ataques ocorridos em São Luís nesta quinta- feira (29) e na manhã se hoje. Algumas escolas chegaram a sofrer ataques.

Reunião com Lourival de Jesus Serejo Sousa, presidente do TRE-MA
ORDEM PÚBLICA ABALADA  O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) cancelou a distribuição das urnas eletrônicas nas escolas onde ocorrerá votação neste domingo (02).
A entrega das urnas nas escolas ocorrerá amanhã até ás 18h. Os carros dos Correios que fazem a entrega das urnas, serão escoltados pelo exército e pela aeronáutica.

CRAS de São José de Ribamar foi  incendiado por bandidos 

Ônibus a serviço da Vale também foi incendiado nesta sexta-feira

Resultado de imagem para GIL CUTRIM
Gil Cutrim, prefeito de São José de Ribamar

Ônibus também foi incendiado

Um ônibus que presta serviço à mineradora Vale também foi incendiado, segundo informações da Polícia Militar. O ataque ocorreu próximo ao cemitério São Raimundo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, as ordens para os ataques estão partindo do complexo penitenciário de Pedrinhas.

AS INFORMAÇÕES SÃO DA REPÓRTER DANIELE CALVET
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 
Josemar repudia ataques a coletivos e prédios públicos e cobra providências das forças policiais em Paço do Lumiar

Preocupado com a segurança da população frente às ações criminosas que vêm ocorrendo nos últimos dias na região Metropolitana, e, principalmente com a aproximação das eleições municipais marcadas para este domingo (2), o prefeito Josemar Sobreiro encaminhou pedido ao governador Flávio Dino para que dê atenção a Paço do Lumiar. Ele lamentou os episódios ocorridos na grande São Luis nesta quinta (29) e sexta-feira (30), e repudiou os crimes registrados em bairros e comunidades do município.

A Prefeitura Municipal está tomando todas as providências necessárias junto aos comandos da Polícia Militar e da Segurança Pública para garantir a segurança da população. “Estamos preocupados com a segurança de nosso povo. Desde que tivemos conhecimento dos fatos criminosos, solicitamos às forças de segurança para que possam reforçar o patrulhamento na cidade, e principalmente para que investiguem se há ligação desses episódios com as facções em Pedrinhas, já que estamos a dois dias do pleito eleitoral”, enfatizou.

Resultado de imagem para JOSEMAR SOBREIRO
O prefeito Josemar Sobreiro: preocupado com a segurança da população frente às ações criminosas que vêm ocorrendo nos últimos dias na região Metropolitana, e, principalmente com a aproximação das eleições municipais marcadas para este domingo (2).
Para Josemar, esses incêndios são uma afronta à tranquilidade do povo luminense. “Não podemos conceber que, às vésperas das eleições, nossa cidade seja tomada pelo medo e a insegurança. Vamos dar total apoio às polícias para que atos de vandalismos não voltem a ocorrer aqui. Já obtivemos a informação de que as Forças Armadas estarão presentes durante todo o domingo nos locais de votação”, disse.

De acordo com informações do Sistema de Segurança Pública, na região de Paço do Lumiar, houve um ataque a ônibus na Pindoba, na noite de quinta-feira (29), além de outras duas ocorrências, sendo um incêndio na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Paranã e a um coletivo no ponto final do bairro Conjunto Tambaú. Ainda nesta semana, pais e alunos fizeram um protesto devido a onda de assaltos na região do Iguaíba, com destaque para o roubo à Escola Vitório Silva, naquela localidade.

Josemar já havia colocado a Prefeitura à disposição dos órgãos envolvidos no processo eleitoral, como Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e do TRE, para evitar qualquer tipo de crime eleitoral e atos ilícitos que podem vir a ocorrer até o dia 2 de outubro.  “Estamos prontos a colaborar com os organismos de segurança para que as eleições transcorram em clima tranquilo em todo o domingo”, finalizou.
Ele falhou
Facções criminosas dominam capital maranhense e cumprem ‘salve’ divulgado entre os ‘irmãos’.
Flávio Dino vê as consequências de seu interesse estritamente eleitoreiro bater à porta de sua indiferença. 
Sistema de Segurança chega tarde demais.

POR FERNANDO ATALLAIA

EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE


O cumprimento do ‘salve’ dado aos ‘irmãos’ pelas facções criminosas anteriormente  divulgado em aplicativos de redes sociais, desvelou em definitivo o que já vinha sendo denunciado pela sociedade civil no Maranhão: o Sistema Carcerário na gestão do governador Flávio Dino continua a representar caos, humilhação, exclusão e ultraje aos direitos humanos no estado. 


Facções cumprem'salve' em reinvindicação por tratamento digno no Sistema Carcerário do Maranhão: alvo é o governo.

As escolas incendiadas ontem (30) assim bem como os atentados a dezenas de ônibus, carros particulares e estatais são uma resposta das facções à ausência de politicas públicas no Sistema e mais precisamente em Pedrinhas onde as más condições de tratamento aos apenados vierem à tona nos últimos dias.

Resultado de imagem para FRANCISCO GONÇALVES ufma

A PASTA QUE SÓ EXISTE NO PAPEL Francisco Gonçalves é um dos porta-vozes do governo no facebook: ganhando uma bolada mensal para não fazer nada, ele é o secretário de Direitos Humanos do governo do estado.
A barbárie desta vez ganhou outra feição. Em sua primeira edição protagonizada por brigas por espaço e rivalidade entre os grupos criminosos, desta vez as facções cobram dignidade e cidadania no Sistema Carcerário Maranhense. O grito perpassou as grades e por todo dia e noite desta triste quinta-feira (29) se fez ouvir na Grande Ilha com demonstrações de reação à atual gestão. O fato é que o governo Flávio desde quando foi lançado há exatos seis meses o pontapé inicial para as eleições deste ano, se alienou literalmente da realidade do estado. O governador saiu a vestir a camisa de comunistas candidatos e aliados adjacentes com a clara intenção de fortalecer sua base eleitoral para a reeleição ao Palácio dos Leões. Como já vinha ocorrendo. 


Ônibus foi incendiado no Terminal da Forquilha, em São Luís, na madrugada desta sexta-feira (30) (Foto: Honorio Moreira/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Ônibus incendiado no Terminal da Forquilha em São Luís; barbárie que poderia ter sido evitada.
O poder de articulação das facções vai de encontro à ausência de estado no campo social. É uma reinvindicação. Truculenta, ríspida, brutal, como não poderia ser diferente, mas uma reinvindicação que entrega um governo descompromissado com a paz coletiva. Flávio Dino continua a agir da maneira endêmica e caseira com a qual se pautava Roseana Sarney . Ou seja: ao invés de prevenir, tenta de forma desesperada remediar após o acontecimento registrado.

GOVERNO DA POLITICALHA- Não é necessário tornar-se um leitor atento e em tempo real para se chegar à conclusão de que o governo Flávio prioriza quase que por 24h diárias as alianças eleitoreiras e as jogadas politicas, esquecendo-se do programa de governo que deveria está cumprindo com celeridade. Em dois anos quase nada foi feito do que foi dito. Mesmo no âmbito do Sistema de Segurança, o governo insiste em manter no cargo um secretário que já deu provas cabais de incompetência, mas de novo pesam as concessões politicas. Jeferson Portela é irmão da reitora da UFMA, Nair Portela com a qual Flávio não pretende se indispor de olho no quinhão eleitoral da universidade. Ainda que os maranhenses sejam sacrificados pelo interesse pessoal do governador, Jeferson deverá continuar secretário e para defendê-lo a estratégia é simples: invocar o passado imputando toda sorte de problemas na área aos governos anteriores.  Ao sarneysismo que, aliás, já ficou no passado. Quem governa agora é Flávio.

Salas de aula foram incendiadas por suspeitos (Foto: Reprodução/TV Mirante)
Salas de aula foram incendiadas em diversas escolas do Maranhão; forças de Segurança chegaram tarde demais.
Se os sarneys são culpados ou não pela indiferença de Flávio Dino em promover justiça social e pela incompetência visível e gritante de um governo que usa as redes sociais para celebrar acordos políticos em detrimento das demandas da população, essa não é a questão. O descontentamento dos maranhenses com Flávio, auxiliares e a turma da chamada ‘mudança’ é com a postura de mesmice que eles  representam por serem eles mesmo o ‘mais do mesmo’, a própria mesmice administrativa das gestões anteriores em versão atualizada, com algumas peculiaridades, é claro: o governo de Flávio é mais fadado à geleira da impunidade; pessoas morrem assassinadas; maranhenses correm risco de morte; despencam na falta de emprego e renda e eles ali vendo tudo acontecer do alto e nada fazem.
Ou melhor, até fazem: depois que a tragédia anunciada vira fato consumado,  como foi desta vez. 

O COMÍCIO EM SÃO JOSÉ DE RIBAMAR- Os ataques que até a tarde de hoje sexta-feira (30) ainda não haviam cessado preconizam primeiramente o abandono instaurado por forças antigas, excludentes e centralizadoras de certo ‘espirito oligárquico governativo’ existente hoje no Palácio dos Leões. Com poucas figuras dando as cartas e direcionando o futuro do estado segundo suas paixões e interesses particulares. Como é o caso de Márcio Jerry, um sujeito capaz de perseguir a quem não lhe é simpático e conhecido pela idiossincrática apatia diante do interesse público.

Sec. de Segurança  Jefferson Portela foto Gilson Teixeira (1)

Jeferson Portela continua à frente da Secretaria de Segurança do estado: enquanto Nair Portela for reitora da UFMA, ele não sairá de lá.  

Mas por outro lado, a falta de vergonha do próprio governador em não esconder a ninguém a prioridade no projeto de consolidação de poder, uma orientação jerrysista que certamente pretende avançar, começou a se arrastar pelas cidades maranhenses já alguns meses e ontem sob o oportunismo da autopromoção, em plenos ataques na Ilha, o governador pegou carona no favoritismo do candidato Luís Fernando Silva em São José de Ribamar. Uma das cidades que mais sofrem com a falta de atenção no quesito segurança por parte do governo, Flávio apareceu por lá bonachão, alegre, fanfarrão. Foi rechaçado: os ribamarenses começaram nas redes sociais após o comício uma ampla campanha contra Flávio Dino que acusam de ter esquecido a terceira maior cidade do Maranhão.