ATAQUES: PM PRENDE OITO SUSPEITOS COM GALÕES DE GASOLINA NO SÃO CRISTOVÃO

PM prende oito suspeitos com galões de gasolina no São Cristovão

Entre os presos estão cinco menores de idade.

 

A Polícia Militar, por meio do Batalhão de Choque, realizou, nesta quarta-feira (5), a prisão de oito elementos no Ipem São Cristóvão. Os suspeitos estavam com galões de gasolina e com ordens, via mensagens de celular, para incendiar ônibus e escolas. Cinco suspeitos são menores de idade.

 

Segundo a PM, policiais estavam realizando escolta de um ônibus da linha São Raimundo e quando o mesmo chegou ao terminal do São Cristóvão, os policiais receberam denúncia de que os suspeitos estavam na praça do Ipem São Cristóvão conversando sobre as ordens de incendiar ônibus e escolas e que aguardavam apenas o anoitecer.

Trechos de mensagens encontradas em um dos celulares apreendidos (Foto: PMMA)
Mensagens encontradas em um dos celulares apreendidos (Foto: PMMA)
De imediato, os PMs se deslocaram ao local e, após a abordagem, apreenderam galões de gasolina e os celulares, onde líderes de facções ordenavam ataques a ônibus, garagens de ônibus e escolas na região.

Os oitos suspeitos foram conduzidos e apresentados na delegacia da Cidade Operária (DECOP) para que as providências sejam tomadas.
  
As informações são da repórter Danielle Calvet, do Jornal Pequeno
TCU reprova contas do governo de Dilma Rousseff de 2015


O Tribunal de Contas da União (TCU) reprovou nesta quarta-feira (5) as contas do governo de Dilma Rousseff no ano de 2015. A recomendação de reprovação ao Congresso Nacional já era prevista, como ocorreu em relação ao ano de 2014. O relator do processo, o ministro José Múcio Monteiro, já havia proposto o parecer ao plenário do TCU.



O ministro enviou aos demais gabinetes do tribunal um relatório em que sustenta que o governo da ex-presidente não considerou plenamente os princípios constitucionais e legais quando executou o orçamento federal e as operações feitas com recursos públicos. "As contas não estão em condições de serem aprovadas, recomendando-se a sua rejeição pelo Congresso", escreveu Múcio.Múcio foi o primeiro a falar e recomendou que o Congresso rejeite as contas da petista.
DE NOVO? O Tribunal de Contas da União (TCU) reprovou nesta quarta-feira (5) as contas do governo de Dilma Rousseff(foto) no ano de 2015.
 A recomendação do relator leva em consideração 17 irregularidades nas contas da ex-presidente: 12 apresentadas pelo próprio ministro e cinco apresentadas pelo Ministério Público que atua junto ao TCU. 


O procurador-geral do Ministério Público, Paulo Soares Bugarin, já havia concluído que houve irregularidade nas contas de 2015. Entre as irregularidades apontadas no parecer das contas de 2015 estão o crime de responsabilidade ao atrasar recursos do Plano Safra ao Banco do Brasil, as chamadas "pedaladas fiscais", e a edição de decretos de suplementação orçamentária que foi considerada "ilegal". Para os ministros, a defesa apresentada pela petista não foi suficiente para eliminar as falhas apontadas. O TCU analisa as contas e indica ao Congresso.



Caso o Congresso também as rejeite, a penalidade prevista para o gestor, no caso, a DIlma, é perder os direitos políticos. O relatório é utilizado quando o político está em processo de cassação de mandato e/ou de impeachment, como já ocorreu com Dilma em agosto. Na tarde desta quarta, o tribunal também julgará processo que avalia a responsabilidade de 17 autoridades da equipe econômica de Dilma nas pedaladas fiscais em 2014. O ministro José Múcio Monteiro, também relator do processo, votará para que o plenário inabilite ao menos três ex-integrantes do governo, entre eles, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega.



AS INFORMAÇÕES SÃO DA REPÓRTER LUIZA BELLONI, DO HUFFPOST BRASIL

EDIÇÃO DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

A Ode Triste para Amores Inacabados de Fernando Atallaia
Por Joãozinho Ribeiro

O mês de abril é o mês das flores e da chegada das criaturas criativas, sem nenhum menosprezo às demais estações do calendário cultural do universo. Em abril chegaram a esta breve estação terrena figuras insuspeitas como Zeca Baleiro, Cesar Teixeira, e este poeta que se destaca nessa construção da vida e da arte feito forma de apresentação desta obra-prima recém-saída do laboratório da existência musical, intitulada Ode Triste para Amores Inacabados. Abril também nos trouxe o autor de Ode Triste, Fernando Atallaia. Precisamente no dia 20, da cidade de São José de Ribamar para o mundo, para a música e para o compartilhamento de uns bons bocados de arte, literatura, jornalismo, canções e outros vícios do oficio de viver atallaiano.



O Atalaia vem das arábias, dos pontos altos de onde se vigia, de onde se observam os seres e as coisas; as dores e as alegrias de um mundo em ebulição. O Fernando tá mais próximo, mais rente ao chão, nas antenas da raça e da roça, mistura impar do rural, urbano e suburbano, de onde brotam as palavras de suas canções, como cacos que cortam o corpo e chicoteiam a alma.



‘’Porre demasiado/enxugar tua boca na minha língua’’.

‘’Meu amor tranque a porta/vá com Deus, obrigado’’.



Da faixa Bandeira 2’, já bastante (re)conhecida da galera, extraímos os versos acima, como exemplo bastante representativo do que a obra musical Ode Triste para Amores Inacabados disponibilizará para os ouvidos ávidos e atentos da criativa produção que, a exemplo do que profetizava o poeta Buarque, permanece habitando as bocas e as canções de muita gente delirante e inquieta pelo país afora.



Treze canções selecionadas para uma apresentação coletiva; para uma plateia plural e sem endereço ou ocupação fixos. De proposito, para justificar a prisão preventiva ou provisória dos corações e ouvidos desatentos, já tão ressabiados desta estranha alquimia que prossegue, no dia a dia, das emissoras de Rádio e TV que transformam merda em música.



Ode triste para Amores Inacabados chega no tempo certo para o reencantamento dos espaços culturais dos espíritos, sejam santos ou profanos, humanos ou de outras dimensões; um prato servido quente, para ser degustado sem pressa, sem maus pressentimentos, mas recheado de uma boa e generosa dose de fraternidade e convivência solidaria.



Pela cultura da paz e pelo reencantamento do mundo... música, maestro!



Joãozinho Ribeiro é Ex-Secretário de Cultura do Estado do Maranhão e um dos mais respeitados compositores maranhenses da década de 70.

IML registra cinco homicídios nas últimas 24 horas  

Na última terça-feira (4), cinco homicídios foram registrados em São Luís, segundo o Instituto Médico Legal

Na última terça-feira (4), cinco homicídios foram registrados em São Luís, segundo o Instituto Médico Legal. Dentre os registros, quatro pessoas foram mortas por arma de fogo e uma, por arma branca.

Sete corpos dão entrada no IML de São Luís, nas últimas horas

Na última terça-feira (4), cinco homicídios foram registrados em São Luís, segundo o Instituto Médico Legal.

Osias Silva, morto com dois tiros cabeça, na Cidade Olímpica; Gilberto Alves, de 31 anos, assassinado com uma facada no abdômen, no São Cristóvão; Elvis Pablo Pereira de Abreu, alvejado com seis tiros, na Liberdade; Adriano Silva e Silva, de 26, morto a tiros, no Bom Jesus; e Paulo Miranda Silva, alvejado com quatro tiros, no Residencial Turiuba.
Por que a Austrália cresce há 25 anos sem sofrer recessão?
Austrália cresce há 25 anos sem sofrer recessão e está a ponto de quebrar o recorde da Holanda com o maior crescimento contínuo na era moderna. Saiba qual é o segredo do país

É preciso voltar muito no tempo para encontrar uma fase de crise na economia australiana.

Em 1990, a seleção argentina, encabeçada por Maradona, jogava a final da Copa do Mundo de futebol contra a Alemanha. Os poucos telefones celulares em operação eram do tamanho de um tijolo de construção. E a União Soviética estava em seu processo final de desintegração.
Desde 1991, e por 25 anos consecutivos, a economia australiana só vem crescendo.

Australia cresce sem recessão 25 anos
Só faltam três trimestres para que a Austrália alcance o recorde de maior crescimento econômico contínuo na época moderna – que atualmente pertence à Holanda: 26 anos.
Os dados mais recentes, de junho, mostram que a economia está crescendo a um ritmo anual de 3,3%.

Só faltam três trimestres para que a Austrália alcance o recorde de maior crescimento econômico contínuo na época moderna – que atualmente pertence à Holanda: 26 anos.


Economia diversificada

O bom desempenho experimentado pela economia australiana tem ainda mais mérito devido ao colapso dos preços internacionais das matérias-primas – uma tendência ameaçadora para uma nação voltada para a mineração.