ANB MUNDO:ELEIÇÕES NA FRANÇA MOSTRAM ELEITOR DESILUDIDO

 

Eleitores franceses se mostram desiludidos na véspera de votação



PARIS, 21 Abr (Reuters) - Os candidatos presidenciais da França estão respeitando uma trégua de um dia neste sábado na véspera do primeiro turno, que deve levar o presidente Nicolas Sarkozy e o socialista François Hollande para o segundo turno.

As pesquisas finais antes da proibição da mídia de veicular as campanhas, à meia-noite de sexta-feira, mostrou que Hollande está um pouco à frente do rival conservador no primeiro turno, mas tem uma folga para vencer o segundo turno em 6 de maio.

A votação começou neste sábado nos territórios ultramarinos franceses, incluindo as ilhas do norte do Atlântico de Saint Pierre e Miquelon, na costa do Canadá.


Sarkozy: governo pontuado por controvérsias e eleitor francês desiludido

Muitos dos 44,5 milhões de eleitores registrados reclamaram da campanha sem brilho, e a possibilidade de uma abstenção recorde está pairando sobre a eleição deste domingo, no território francês.

Nas ruas de Paris, eleitores decepcionados disseram que os principais candidatos ignoraram os desafios que o país enfrenta, incluindo o desemprego em seu nível mais alto em 12 anos e as perspectivas econômicas ruins.


"A campanha não foi séria o suficiente. Os assuntos importantes não foram debatidos", afirmou Frederic Le Fevre, um empresário. "Eles se concentraram em argumentos infantis, culpando um ao outro."

Os candidatos argumentaram por semanas sobre carne e o custo da carteira de habilitação. Até os líderes nas pesquisas tentaram ganhar votos com propostas simbólicas. Hollande, por exemplo, quer tirar a palavra "raça" da Constituição. Sarkozy, por sua vez, quer adiantar o pagamento de pensões mensais em oito dias.

Uma pesquisa da Ifop no começo de abril sugeriu que 32 por cento dos eleitores registrados podem não votar no primeiro turno.

Hollande, ciente de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen venceu o socialista Lionel Jospin no primeiro turno devido a uma grande taxa de abstenção, alertou seus partidários sobre o assunto em um comício na sexta-feira.


Hollande: instabilidade nas pesquisas e insegurança do eleitorado


"Só no dia 6 de maio teremos um presidente, mas 22 de abril decidirá a dinâmica de um jeito ou de outro", afirmou.

Após ficar atrás de Hollande por meses, Sarkozy passou à frente em pesquisas de intenção de voto por algumas semanas, ajudado pela sua resposta rápida a um massacre feito por um homem inspirado na Al Qaeda, que atirou e matou sete pessoas no sudoeste da França no último mês.

Ele perdeu a liderança na semana passada antes da eleição, e pesquisas na sexta-feira mostraram Hollande na frente no primeiro turno, com 28 por cento dos votos, contra 27. A vantagem dele no segundo turno é de 55 a 45 por cento.

Pode ser a primeira vez na Quinta República Francesa, fundada em 1958, que um presidente não finaliza na frente no primeiro turno.




Com informações de ANB Online.


Veja a relação dos deputados e senadores que não assinaram a CPI do Cachoeira

Do blog do Luís Cardoso


O Congresso Nacional divulgou a lista dos 396 deputados e 72 senadores que assinaram o requerimento para criação da CPI mista para investigar as negociações de políticos com o empresário e bicheiro Carlos Augusto Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Nice Lobão: deputada conhecida pelas faltas às sessões da Câmara Federal, ela não assinou a CPI; o que de fato ela teme?

Dos 18 deputados da bancada maranhense, apenas cinco não assinaram a CPI, dentre eles o pré-candidato a prefeito por São Luís, Edivaldo Holanda Júnior. Dos três senadores, somente Epitácio Cafeteira assinou o documento. Veja abaixo quem assinou e quem não assinou a CPI:

Assinou

Alberto Filho
Carlos Brandão
Costa Ferreira
Domingos Dutra
Francisco Escórcio
Hélio Santos
Lourival Mendes
Pedro Novais
Professor Sétimo
Pinto da Itamaraty
Sarney Filho
Simplício Araújo
Waldir Maranhão

Não assinou

Cleber Verde
Davi Alves Silva Júnior
Edivaldo Holanda Júnior
Nice Lobão
Zé Vieira

Senadores que não assinaram

Clóvis Fecury
Lobão Filho




Com informações de ANB Online.




LEIA NA ÍNTEGRA O POEMA ‘AS SETE FACES DE GATTAI’ DA OBRA INÉDITA ODE TRISTE PARA AMORES INACABADOS DE AUTORIA DO POETA E JORNALISTA RIBAMARENSE FERNANDO ATALLAIA                





As sete faces de Gattai


                 



                             Em homenagem ao amor de Jorge Amado e Zélia Gattai


               


                
        Antes de escurecer-me reinvento para os dias cinza auroras e prelúdios


                


Certamente morrerei nas memórias de um cacau envelhecido


                 


Anarquistas também amam graças a Deus


Amam como um Drummond nas prateleiras


Aguardando


                

Jorge Amado e sua Zélia: amor dos escritores se eternizou para além da literatura



                             Antes de amanhecer -me  te recomponho disfarçadamente


                  Das guerras de Teresa


                  E busco encontrar um Jorge inatingível






                   
Prefiro colher as cinzas sem tocá-las ou morrer ao seu encontro


                   
Guardei sete faces durante anos e em nenhuma  me vejo refletida







Não alcanço por mais que busque a voz das bahias nos cardumes nos enxames





Não há sinal (...)


           


Minha derradeira face se vai lentamente nos ventos atemporais da tristeza


Meu amor tombou e não o vejo.








2007

Postagens populares

top