Ex-secretário de Saúde de São José de Ribamar foi nomeado na última sexta-feira

Por Fernando Atallaia

Direto da Redação

Ex-secretário de Administração e Saúde de São José de Ribamar o economista Rodrigo Valente agora integra o quadro de secretários do Governo do Estado Maranhão sob a responsabilidade de dinamizar e otimizar uma das pastas mais emblemáticas do Palácio dos Leões. Valente é desde a última sexta-feira (4) Subsecretário de Articulação Política do Governo Roseana.

Na tarde de hoje(7) em contato telefônico com a Agência de Notícias Baluarte o economista declarou se sentir lisonjeado com o  convite da Chefa do Executivo Estadual  e declarou que pretende iniciar suas atividades na Pasta com a mesma tranquilidade e sobriedade com que vinha administrando secretarias importantes no município ribamarense. 


O então secretário de Saúde de São José de Ribamar Rodrigo Valente( ao centro): querido pelos ribamarenses, ele agora integra o quadro de secretários do Governo do Estado
‘’Darei o máximo de mim e acho que é um grande desafio que com tranquilidade, sobriedade e humildade pretendo transformar em ganhos e conquistas para o nosso Governo e,  consequentemente, para a população maranhense; agradeço à governadora Roseana Sarney pelo convite e ratifico o meu desejo de dá o meu melhor’’, disse Valente.

Rodrigo Valente que é sobrinho do ex-prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, vem de uma família de administradores e artistas, sendo seu pai Adelino Valente, um dos um grandes representantes da música maranhense contemporânea. Na Articulação Política do Governo do Estado o agora Subsecretário revela uma de suas metas.
''Vamos traçar com celeridade um organograma de ações efetivo e consistente visando o fortalecimento das relações entre Governo do Estado e classe política, alem é claro, de aproximar Sociedade Civil Organizada e demais organismos que integram nosso tecido social das ações da Secretaria e vice-versa'', frisou Rodrigo.
3 PERGUNTAS PARA FREDSON FROZ  

Ex-secretário de Juventude da Prefeitura de São José de Ribamar e pré-candidato a Deputado Federal pelo PRB , Fredson Froz é um dos promissores líderes da nova geração de políticos maranhenses. 

Ligado a Luís Fernando Silva a quem não esconde o respeito e admiração, Froz conversou na tarde de hoje (07) com este editor sobre a inusitada decisão que culminou na retirada da candidatura do ex-prefeito de Ribamar ao Governo do Maranhão. 


Mostrando-se um tanto quanto melancólico, o advogado fez declarações movidas pelos sentimento de perda de um projeto que, segundo ele,  vinha a cada dia se consolidando pelos mais diferentes  municípios  maranhenses. Fredson Froz ainda revelou, além da emoção contida, quais passos deverão ser tomados a partir de então. Segue a rápida entrevista: 


Por Fernando Atallaia

Editor da Agência Baluarte




Agência Baluarte- Em sua opinião quais foram as causas reais da retirada da candidatura de Luís Fernando ao Governo do Estado?

Fredson Froz-  Todas as causas já foram devidamente expostas no Comunicado feito pelo próprio Luís Fernando e divulgado na Imprensa nas primeiras horas de hoje(07). Mas como integrante de um grupo homogêneo, coeso e, sobretudo unido, certamente está sendo difícil digerir a retirada da candidatura daquele que sabemos representar um novo tempo para o Maranhão. Confesso a você que ficamos todos e ainda estamos desnorteados com a decisão e com este novo cenário que já se apresenta. Luis Fernando é um homem que faz política com seriedade e comprometimento social; ele quer mudar a realidade e consegue fazê-lo; pensa sempre em instituir novas conquistas e também consegue. Portanto acredito que a retirada de sua candidatura ao Governo representa um retrocesso e uma derrocada ao desenvolvimento do estado. Nesse momento pensamos em muitas situações, mas eu não posso negar que um político do perfil de Luis Fernando causa muita inveja e afetações das mais variadas naturezas. Acho que ele foi também vitimado por certa concorrência interna que deliberou para derrubá-lo impedindo-o de ganhar mais visibilidade e ressonância. Existiu muito isso também, é inegável. 

O advogado e pré-candidato a Deputado Federal Fredson Froz: desabafos e considerações sobre a desistência de Luís Fernando Silva ao Governo do Estado
Agência Baluarte- Você se refere a certa concorrência interna no Grupo ao qual ele pertence, dos correligionários por exemplo?  
Fredson Froz- Eu não posso afirmar categórica e assertivamente isto. Mas é só você olhar ao redor, e o que vimos nos últimos dois anos? Luis Fernando unindo, agregando e fortalecendo o Grupo através de ações concretas, práticas e muitas realizações. À maneira dele é claro. Com seu estilo próprio  e,  de repente, o que ocorre? Sua candidatura não é mais uma realidade. Então eu creio que não podemos analisar somente sob o mérito das pesquisas eleitorais. Mas não posso ir adiante nem tampouco ousar aprofundar uma avaliação onde a justificativa já foi explicitada por ele (Luis Fernando Silva) em sua nota de desistência. Desistência esta que é algo muito distante do que conhecemos do político Luis Fernando, uma palavra que não tem muito ver com sua lógica e sua biografia. Desistência, essa terminologia, não!

Agência Baluarte- Como um dos nomes do grupo e candidato a Deputado Federal, de que forma você recebeu a notícia do afastamento de Luis Fernando das eleições majoritárias e quais impactos a decisão gerou no seio do Grupo?

Fredson Froz-  Bem, os impactos são os mais diversos, mas é natural quando você tem uma orientação e está sob um planejamento que é determinado por esta mesma orientação. De repente, foi deflagrada uma outra realidade e agora temos que replanejar algumas coisas; honestamente não estávamos esperando  a desistência, mas como eu disse, o Grupo não vê sob esse prisma e nem mesmo Luis Fernando a quem sabemos que participará ativamente de todo processo eleitoral; estamos todos aguardando por novas orientações e unidos com ele(Luis Fernando); hoje mesmo Gil(prefeito de São José de Ribamar) foi ter com ele numa conversa e todos os outros membros estamos com ele solidários; não que Luis Fernando esteja precisando de apoio nesse momento, não é isso;  mas obviamente quando se tem envolvimento numa grande causa o grau de entrega aumenta significativamente e toda e qualquer ruptura causa um impacto, mas é algo que acontece e que é inerente à política. Estamos e continuamos firmes e animados para as eleições  deste pleito.Esta é uma certeza.









Com Produção de Isabela Santos
Veronildo Tavares do Santos, o Vera: prefeito de Santa Luzia no Maranhão
SÉRIE ''OS BURACOS DO PREFEITO'' : VERONILDO TAVARES DOS SANTOS DE SANTA LUZIA-MA

Os buracos que você verá em seguida pertencem ao povoado de Santo Onofre, no município de Santa Luzia no Maranhão onde o prefeito é o senhor Veronildo Tavares do Santos, o Vera. Prepare-se, pois as imagens são fortes:  

dsafssaa
Um dos buracos do prefeito Veronildo em Santa Luzia: de boca aberta para população

eqweqeqw
Outra ''dádiva'' de Veronildo na cidade: esse parece ser mais guloso

Chegou a hora de Wellington do Curso

Blog do Genivaldo Abreu

Injustiçado na última eleição para vereador, em 2012, quando teve o registro de sua candidatura negado pelo PSL, partido do qual era um dos membros mais destacados, o professor Carlos Wellington, o Wellington do Curso, volta a despontar com chances reais de conquistar um mandato eletivo. Filiado agora ao PPS, ele concorrerá a uma vaga na Assembleia Legislativa em outubro e vem sendo citado por 10 entre 10 analistas políticos como um dos nomes fortes para conquistar assento no parlamento estadual.

112f7f29021f60ca6b2651be265edf1b
O empresário Wellington do Curso: reais condições de conquistar uma cadeira no Legislativo maranhense
Com a força de quem obteve 23.632 votos para deputado federal em 2010, Wellington é um candidato altamente competitivo. E tem trabalhado muito para ampliar ainda mais o seu cacife. Após livrar-se das perseguições que marcaram sua permanência no PSL, ganhou ainda mais estatura política. Com apoio total do seu novo partido, ele entrará na campanha disposto a sair vitorioso.

Jovem e com boas ideias, ex-sargento do Exército Brasileiro onde serviu durante 15 anos no 24º Batalhão de Caçadores Barão de Caxias e hoje muda a vida das pessoas através da educação, Wellington é, reconhecidamente, um candidato qualificado, com os pré-requisitos necessários para tornar-se deputado. Tanto que após desligar-se do PSL, nada menos que 18 partidos reconheceram seu potencial e abriram as portas para filiá-lo. Cada uma das propostas foi avaliada criteriosamente e ao final ele escolheu o PPS, ingressando na sigla em outubro do ano passado onde hoje é vice-presidente ao lado de Eliziane Gama.

Mesmo fora da disputa em 2012, Wellington ainda obteve mais de 4 mil votos, votação superior a alguns candidatos eleitos. Agora, quando disputará o pleito para valer, tem tudo para ser eleito e colocar suas propostas em prática.






Com sugestão de pauta de Neto Cruz. 
Dia do Jornalista

Dia do Jornalista
jornalismo
Tanto trabalho pra nada! 

Do Blog do Jorge Aragão
Com informações de ANB Online

4h – Agora é oficial. O ex-prefeito de São José de Ribamar e ex-secretário do Governo do Maranhão, Luis Fernando Silva (PMDB), confirmou, através de Nota, que desistiu da disputa eleitoral. O Blog publica abaixo, em primeira mão, o comunicado feito à sociedade maranhense por Luis Fernando.

IMG_8702
Luís Fernando Silva: não deu pra ele
 
A propósito da minha pré-candidatura ao Governo do Maranhão, comunico à sociedade maranhense que:

1 – Na proximidade do período eleitoral, os grupos políticos iniciam um processo de articulação visando à escolha de nomes para a disputa. A cultura política brasileira instituiu para esse período a figura do pré-candidato;

2 – Em julho de 2013, as lideranças políticas do grupo ao qual pertenço atribuíram a mim tal condição de pré-candidato e não de candidato. Aproximando-se a campanha propriamente dita, é natural, no mundo político, que tal condição se altere, no interesse do êxito eleitoral;

3 – Concluída a missão de auxiliar do governo, na qual tive a honra de exercer, a convite pessoal da Governadora, os cargos de Secretário-Chefe da Casa Civil e de Secretário de Estado de Infraestrutura, após análise da conjuntura política e dos prováveis cenários em que ocorrerá a campanha eleitoral, manifestei a Sua Excelência, antes da data da minha desincompatibilização e do seu anúncio de permanecer ou não à frente do Poder Executivo até 31 de dezembro, a decisão de não concorrer ao pleito, deixando a critério do grupo político o momento adequado para promover a devida substituição;

4 – Ressalto a confiança, o apoio e a distinção de que sempre fui alvo por parte da Governadora Roseana no exercício dos referidos cargos de Secretário de Estado bem como na atividade político-institucional a eles inerentes;

5 – Destaco, também, que integro o círculo de amigos pessoais da governadora Roseana Sarney e dos seus familiares;

6 – Nesta oportunidade comunico, também, a decisão de permanecer como integrante do grupo, prestando apoio político ao Governo Roseana Sarney e me mantendo na luta pelo desenvolvimento do Maranhão;

7 – Valho-me desta oportunidade para manifestar a minha gratidão à Governadora, aos Senadores, aos ex e atuais deputados federais e estaduais, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores que integram o nosso grupo político, assim como aos líderes comunitários e estudantis, dirigentes de organizações da sociedade civil, movimentos sociais, militantes partidários, imprensa, usuários das redes sociais, cidadãos e cidadãs de todo o Maranhão que me acolheram, apoiaram e estimularam o cumprimento da missão de levar obras públicas a todas as cidades maranhenses;

8 – Finalmente, ao Maranhão, que testemunhou em mim compromisso e dedicação ao trabalho, reafirmo a esperança, que me conduziu durante todos esses anos, por um futuro ainda melhor.




São José de Ribamar, 07 de Abril de 2014
Luis Fernando Silva

Postagens populares