AONDE FOI PARAR O DINHEIRO DOS MARANHENSES? UM PARAÍSO NO CAMINHO DE ROSEANA

UM PARAÍSO FISCAL NO CAMINHO DE ROSEANA SARNEY: Wikileaks diz que a governadora tem 150 milhões de dólares em Caimãs

Um documento vazado pelo Wikileaks em 2009 não mereceu nenhuma atenção da mídia e nem do governo. É uma pena, porque ele tem um imenso interesse público. No documento, o Wikileaks fala de um dinheiro que Roseana Sarney, governadora do Maranhão, teria nas Ilhas Caimãs, um dos mais notórios paraísos fiscais do mundo.


Por Paulo Nogueira
Diário do Centro do Mundo  
 
Roseana, segundo o Wikileaks, tinha em 1999 cerca de 150 milhões de dólares em Caimãs. Em reais, seriam cerca de 350 milhões em valores de hoje. 

Você pode ver o documento aqui

Dinheiro em paraíso fiscal é uma tragédia para a economia de um país. Primeiro, e acima de tudo, porque significa sonegação de impostos. 

É com o dinheiro dos impostos que você constrói escolas, hospitais, estradas, portos, aeroportos e outras coisas que são absurdamente escassas, por exemplo, no Maranhão. 
A governadora-mor Roseana Sarney 'sorrindo com o vento': Wikileaks diz que ela tem ínfimos 150 milhões de dólares em Caimãs. Ninguém diz nada?
Depois, porque o envio de dinheiro para fora revela falta de confiança no país. Isto é ainda mais doloroso quando se trata de pessoas que tocam, que comandam o país. É um sinal de que tais pessoas sabem que estão fazendo um serviço abjeto em seus cargos públicos. 

Um estudo escrito por James Henry, ex-economista-chefe da consultoria McKinsey, mostra que os super-ricos brasileiros tinham, em 2010, cerca de 520 bilhões de dólares (ou mais de 1 trilhão de reais) em paraísos fiscais. É quase um quarto do PIB nacional. 

O trabalho foi encomendado pela Tax Justice Network (TJN), organização que combate os paraísos fiscais.

“Quando vejo os ricos brasileiros reclamando de impostos, só posso crer que estejam brincando. Porque eles remetem dinheiro para paraísos fiscais há muito tempo”, afirma John Christensen, diretor da TJN. 

As coisas ficam ainda mais complicadas quando você olha para uma conta num paraíso fiscal e se pergunta: como o titular acumulou tanto dinheiro? 

Vejamos um exemplo sem essa condição agravante. 

Na Alemanha, o presidente do Bayern, Oli Hoeness, caiu imediatamente em desgraça quando a revista Focus publicou que ele tinha uma conta secreta na Suíça. 

Hoeness não pagava imposto sobre o patrimônio escondido na Suíça, e isso foi suficiente para que fosse decretada sua prisão. 

Ele pagou uma fiança de 5 milhões de euros, cerca de 15 milhões de reais, para escapar provisoriamente da prisão. 

Em março, começa seu julgamento. Dificilmente ele vai de safar da cadeia. O governo alemão quer que ele seja punido exemplarmente por um motivo poderoso: você não constrói um país decente quando pessoas fazem o que Hoeness fez. 

Hoeness é um homem rico. Não causou estranheza o tamanho da conta suíça – mas o fato de ele não a ter declarado. 

É mais dura a situação quando você examina o documento do Wikileaks sobre Roseana. De onde vieram os 150 milhões de dólares denunciados pelo Wikileaks

Por que ninguém investigou o caso nestes anos todos? 

Sabemos os interesses da mídia. A Globo, particularmente, tem uma longa relação de amizade e parceria com a família Sarney no Maranhão. 

Esqueça então a Globo

E o governo, por que não se movimentou? Uma hipótese é que a informação – embora pública – não tenha chegado a Brasília. 

Mas a alternativa mais real é a que diz respeito à assim chamada governabilidade. Mexer com os Sarneys – nem que fosse para meramente esclarecer um documento de elevado interesse público – é uma das últimas coisas que um governo que dependa do PMDB deseja. 

E então nada muda e nada acontece. O preço colossal é pago, como sempre, pela sociedade. 

As Jornadas de Junho mostraram que as pessoas estão cansadas dos arranjos políticos em volta da governabilidade – porque eles atrasam consideravelmente o desenvolvimento social brasileiro. 

A mensagem das ruas foi entendida? 

Se sim, é hora de enfrentar certas realidades desagradáveis. Se não, as ruas fatalmente voltarão a se manifestar – contra a mídia que só defende seus próprios interesses e contra a “governabilidade” que perpetua iniquidades históricas nacionais.

Criatura marinha desconhecida e com chifres é encontrada na Espanha 

A comunidade científica internacional tenta encontrar uma explicação para o cadáver de uma estranha criatura marinha, encontrada nas praias de Almería, na Espanha. De acordo com especialistas locais, não foi possível identificar o animal. O corpo foi encontrado por banhistas há cerca de duas semanas, com quatro ou cinco metros de comprimento, flutuando na água. O animal também parecia possuir chifres.


Criatura marinha desconhecida e com chifres é encontrada na Espanha
Na busca de explicações, curiosos afirmam que esqueleto da criatura assemelha-se a corpos de alguns  políticos fossilizados do Maranhão 
Depois de comunicar o achado ao serviço de emergência, os representantes dos serviços responsáveis pela fauna marinha deram início à análise dos restos orgânicos da criatura, que exibia sinais de decomposição avançada. Em um primeiro exame, os especialistas alegaram que nunca haviam visto um animal semelhante, longe de ser um cetáceo comum. Em um segundo momento,  especulou-se que se tratava de um tipo de tubarão, o que também, em seguida, foi descartado por análises posteriores.


O certo é que, como não se trata de nenhum animal reconhecido pela ciência, e por conta do seu avançado estado de decomposição, o estranho bicho foi enterrado em um lugar não revelado, longe dos olhares dos curiosos. Infelizmente, ninguém quis arcar com os altos custos para a realização de um exame de DNA, de modo que este misterioso ser se tornou um verdadeiro quebra-cabeças para a ciência.

Criatura marinha desconhecida e com chifres é encontrada na Espanha
A criatura de boa na praia: será ela algum político de Ribamar que não conseguiu alcançar a reeleição?
 O certo é que, como não se trata de nenhum animal reconhecido pela ciência, e por conta do seu avançado estado de decomposição, o estranho bicho foi enterrado em um lugar não revelado, longe dos olhares dos curiosos. Infelizmente, ninguém quis arcar com os altos custos para a realização de um exame de DNA, de modo que este misterioso ser se tornou um verdadeiro quebra-cabeças para a ciência.
RICARDO MURAD FOI UM QUE JÁ TORCEU O NARIZ PARA A SITUAÇÃO DEPRIMENTE
Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte

O nome de Lobão Filho ao governo do Estado ainda não é uma realidade para muitos. O secretário de Segurança, Saúde e outras pastas invisíveis do Estado Ricardo Murad, por exemplo, ainda não engoliu a escolha mal fadada do grupo, ao qual ele mesmo pertence e, para demonstrar coerência não deu as boas vindas ao remendo emergente (ou emergencial) de Roseana. Murad foi um dos que não compareceu ao evento forjado de lançamento da pré-candidatura de Edinho. 

O filho do ministro Edson Lobão: população maranhense nem acredita que ele é candidato
Nas redes sociais, o nome do filho de Edson Lobão virou motivo de chacota. A grande maioria da população maranhense presente na internet também não aceita a desesperada saída do grupo Sarney ao fiasco da primeira pré-candidatura que vinha tentando popularizar,  em vão, Luis Fernando Silva ao cargo. 

A governadora Roseana Sarney: indicando e aceitando 'qualquer um'
 Familiares, amigos, apadrinhados e puxa sacos de Luis Fernando também mostram profunda irritação com a deprimente indicação de Edinho imposta pelo pai ministro. Se não emplacar nos próximos dias, o próximo indicado de Roseana, provavelmente, poderá ser o lobista do Palácio. Uma vez que ela demonstra de forma clara não se preocupar com o futuro do estado que governa.
"Justiceiros" torturam jovem com fios de energia elétrica

Justiceiros voltam a agir. Agora, em Minas Gerais. Jovem suspeito de furto foi amarrado de cueca a poste e açoitado com fios de energia elétrica 

 Igor Carvalho, Fórum

Na última quinta-feira (17), foi registrado, em Ipatinga, Minas Gerais, mais um caso envolvendo “justiceiros”. Um jovem, suspeito de furto, foi amarrado a um poste e açoitado com fios de energia elétrica por moradores da região.

justiceiros torturado cueca ipatinga
Um rapaz suspeito de praticar furtos foi amarrado de cueca a um poste por populares e torturado com fios de energia elétrica. Foto: Jornal Diário de Aço

Para o advogado Ariel De Castro Alves, fundador da Comissão Especial da Criança e Adolescente do Conselho Federal da OAB, os seguidos casos precisam ser punidos. “Estes fatos precisam ser coibidos, o poder público precisa prender essas pessoas que acham que estão fazendo justiça com as próprias mãos.”

De acordo com ele, há fatores que podem incentivas esse tipo de comportamento. “Tem vários programas sensacionalistas do final da tarde que incitam e fazem apologia a essa violência, é necessário que haja uma atuação do poder público no sentido de não permitir essa apologia”, aponta.

justiceiros ipatinga minas gerais
Amarrado ao poste ele foi obrigado a gritar que nunca mais vai ''roubar no morro''
Em um vídeo reproduzido em uma emissora local, o rapaz é obrigado a gritar que nunca mais vai “roubar no morro”, enquanto é açoitado. Nenhum dos justiceiros foi identificado pela Polícia Militar, que chegou ao local após as agressões. Em depoimento, o jovem afirmou que não conseguiria reconhecer as pessoas que o lincharam e, mesmo que pudesse, “não diria.”

“Em muitas vezes, esses fatos contam com a conivência das autoridades, que nunca punem esses agressores. Mas a polícia e a Justiça precisam entender que isso só ocorre porque há um descrédito da população nessas instituições”, analisa Castro Alves, para quem a impunidade estimula os novos linchamentos.
O jovem, de 18 anos, foi levado ao hospital para receber cuidados médicos e foi liberado em seguida.

Mulher sofre tentativa de estupro no Monte Castelo

Na manhã desta quarta-feira (23), um homem tentou estuprar uma mulher de aproximadamente 38 anos, próximo ao Hospital Sarah, no bairro Monte Castelo. De acordo com informações preliminares, o homem teria invadido a casa, agredido a mulher e ainda tentou estupra-la.

Na casa dela também estava o filho de apenas 8 anos de idade que presenciou tudo. Os vizinhos perceberam a movimentação e tentaram capturar o homem que fugiu pelo bueiro. A ocorrência foi registrada na Delegacia da Mulher. A vitima foi encaminhada para o hospital.
  STF julga nesta quinta-feira processo de corrupção contra ex-presidente Collor 
Ele é acusado de desviar dinheiro por meio de contratos de publicidade da presidência

O STF (Supremo Tribunal Federal) começa a julgar, nesta quinta-feira (23), ação penal contra o ex-presidente Fernando Collor de Mello. Ele é acusado de desviar dinheiro por meio de contratos de publicidade da presidência, nos anos de 1991 e 1992.
De acordo com a denúncia, Collor e seus secretários particulares, Cláudio Vieira e Osvaldo Mero Sales, organizaram um esquema de corrupção e de distribuição de benefícios com dinheiro público dentro da presidência da República.

O Ministério Público Federal alega que o trio oferecia propina dentro do governo para que as empresas de publicidade escolhidas pelo esquema vencessem todas as licitações do governo.
 

O ex-presidente Fernando Collor de Mello: ele sempre curtiu uma boa dose de corrupção, mas dessa vez o STF pretende acompanhar de perto