quinta-feira, 4 de junho de 2015
POESIA SEMPRE!
Leia na íntegra o poema ‘Carpete’ da obra inédita Um Poema à Luz de Amores de autoria do poeta e escritor maranhense Fernando Atallaia

Um Poema à Luz de Amores

Lambuzou-se do carpete à manjedoura
Uma fêmea recalcada pelas louças que não manchou  
Dor de ser incólume entre as paridas  
Suas águas mais profundas derramando carícias petrificadas

Resultado de imagem para mulher   triste
Abre-te incerta para as delícias. Abre-te sésamo à boca aguda. 
Gozo noturno feito lua. Boca estendida à varanda das muitas roupas Raras
Uma tenra idade às vinte bocas de um mês em Maio
Como gritava alto suas falências. Como bradava rugindo poros desmaiados 
Abre-te incerta para as delícias. Abre-te sésamo à boca aguda. A boca muda que Deseja o clamar de toda foda
É o que importa. Lânguida e ainda virgem de memórias no mural dos quartinhos e Banheiros
Uma moça a caminho da escola. Colegial dócil guardando as tensas tempestades entre Os óculos. Emudecendo pelos
Vejo mais que o aprendizado. Vejo mais que as letras pobres
Riqueza de mãos entre as pandoras. Entre, porta aberta para o mundo que molha toda Pele
Resultado de imagem para mulher   triste
Vejo mais que o aprendizado. Vejo mais que as letras pobres
Espasmo!  
Balcão de espera para as muitas e muitas senhoras que enrijecem
É como tecem seus vestidos decaídos sem o tocar fundo suas rendas
Majestades que rogam por escravos como eu. Eu, este escravo  amanhecendo Vozes trêmulas de donzelas
Na madrugada insone quando batem suas ancas/empaladas por desejos em claves Tristes
Resultado de imagem para atrizes pornos
Na madrugada insone quando batem suas ancas/ empaladas por desejos em claves tristes

Sigo em riste. Tara que embriaga os coletivos rumo aos consultórios

Amor, uma xícara de chá, não apenas pelo dorso remoído de ausências
Mas pelos amores pósteros e póstumos encontrados
Unidos uni-vos todos na clemência dos enlaces, feito caracóis despencando em Precipícios
Como é dura a jornada de amar e ser amado
Como é dura...


Fernando Atallaia, São José de Ribamar, Junho de 2015. 

Astro de Ogum reage contra notícia de assaltante que o chamou de ladrão

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Astro de Ogum, reagiu à reportagem do programa “Qual é a Bronca”, da TV Cidade, que exibiu um assaltante justificando os motivos que o levaram a assaltar a casa do vereador.
Resultado de imagem para astro de ogum
Astro reagiu, mas com salário de Vereador não há a mínima condição de se comprar R$ 1 milhão em joias. 
“Estou achando isso, no mínimo, curioso, pois essas coisas começaram a surgir depois de eu ter falado de minha disposição em me candidatar a prefeito de São Luís”, disse Ogum, colocando sob suspeita a fala do assaltante.
O caso
Em reportagem exibida na última sexta-feira (29), no referido programa, Raimundo Fagner(que não é o cantor), suspeito de roubar mais de R$ 1 milhão em joias da residência do vereador, disparou:
“Eu roubo de quem tem. Ele (Astro de Ogum) é ladrão também”.

Preso pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar do Maranhão, ele confessou o furto. O vídeo da 'detonação' de Fagner contra Astro circula pelas redes sociais. 
As informações são do GI
Edição da Agência Baluarte 

N° de visitas

relogio

Facebook

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:

(98) 9 8767-7101

E-mail:

agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com



Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB