Itinga será beneficiada com projeto de reforma em Estádio de Futebol

Indicação é do deputado estadual Zé Inácio (PT)

Na tarde desta segunda-feira (21), o deputado Zé Inácio (PT) acompanhou a prefeita do município de Itinga do Maranhão Vete Botelho durante assinatura de convênio  para reforma do Estádio de Futebol do Cajuapara, que irá beneficiar mais de cinco mil moradores do município de Itinga do Maranhão.
O Ato foi realizado com a presença do com o secretário  de Estado do Esporte e Lazer do Maranhão Márcio Jardim.
O convênio é uma indicação do deputado estadual Zé Inácio (PT), e o valor de repasse do investimento são de R$100 mil reais para a execução das obras de reforma. “É importante este tipo de parceria com o Governo do Estado, haja vista que esse tipo de ação tem um significado muito grande para o lazer e entretenimento da sociedade. A reforma de quadras esportivas irá fazer com quê  jovens  e crianças tenham uma atividade e saiam das ruas”, disse o deputado.
Deputado Zé Inácio acompanha Vete Botelho durante assinatura de convênio na Secretaria de Esporte.
O convênio é uma indicação do deputado estadual Zé Inácio (PT), e o valor de repasse do investimento são de R$100 mil reais para a execução das obras de reforma
Por sua vez a prefeita de Itinga do Maranhão, Vete Botelho explica que a assinatura do convênio é  um marco na história do município. “Com a assinatura desse convênio, iniciaremos 2016 com a reforma do Estádio do Cajuapara, que é um dos grandes centros regionais de competição dos Jogos Escolares. Agradeço todo apoio do deputado Zé Inácio e do secretário Márcio Jardim”, destacou Vete Botelho.
De acordo com secretário  de Estado do Esporte e Lazer do Maranhão Márcio Jardim, promover a inclusão por meio do esporte é uma das diretrizes do governo do Estado. “Desde o início da nossa gestão estamos ampliando o acesso ao esporte, gerando maior integração e inclusão dos municípios. Acreditamos que esse convênio é mais um investimento que trará bons resultados”, finalizou o Secretário.
Matéria enviada pela Assessoria de Imprensa do Deputado
O empresário rio Fernando Sarney, vice-presidente da CBF e recém-nomeado representante da entidade na Fifa, é investigado desde 2006 por Polícia e Ministério Público Federal por supostamente ter cometido crimes como lavagem de dinheiro, organização criminosa, fraude em licitação e desvio de recursos públicos, entre outros. As autoridades instauraram quatro inquéritos policiais até 2010, juntando provas que sustentam uma investigação que corre em segredo de Justiça.
Desde 2011, porém, como mostram documentos do processo a que o UOL Esporte teve acesso, o trâmite judicial não anda, encontra-se estacionado no STF (Supremo Tribunal Federal), que já levou quatro anos sem decidir se algumas provas colhidas por policiais e procuradores são legítimas e se podem ou não ser utilizadas nos procedimentos.
Fernando Sarney e Aluísio Mendes

O ministro Dias Toffoli é o responsável pelo julgamento. Enquanto ele não decidir, não é possível processar Fernando Sarney, e o empresário segue livre e sem responder aos fatos que foram levantados pelas investigações da PF e do MPF.
Como, por exemplo, conforme evidenciaram interceptações telefônicas, por que mantinha um informante dentro da Polícia Federal, que lhe passava, em tempo real, informações sigilosas sobre operações policiais. E por que este informante acabou por se tornar Secretário de Segurança do Maranhão durante o governo de Roseana Sarney, sua irmã.
Ou por que se tornou alvo de inquéritos para apurar os crimes de evasão de divisas (Inquérito Policial nº 624/2010), fraudes no setor elétrico e de transportes (IPL nº 494/2010), sonegação fiscal (IPL nº 646/2010) e crimes contra o sistema financeiro (IPL nº 647/2010).
Segue, abaixo, um resumo de como Fernando Sarney, segundo investigações de autoridades federais, aguarda por Toffoli para responder a processos por crimes que, juntos, poderiam gerar uma condenação de mais de 50 anos de prisão.
AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG DO KENARD 
'Comemos no McDonald's carne que seria a mais barata para cachorros', diz especialista
Jamie Oliver denunciou uso de hidróxido de amônio pela rede McDonald’s para converter sobras de carne gordurosas em recheio para seus hambúrgueres nos Estados Unidos. A empresa anunciou que vai mudar sua receita de hambúrguer
Após o chefe de cozinha e ativista Jamie Oliver descobrir – e divulgar em seu programa de TV – que a rede McDonald’s utiliza hidróxido de amônio para converter sobras de carne gordurosas em recheio para seus hambúrgueres nos Estados Unidos, a marca anunciou que mudará a receita, segundo informações do jornal Mail Online. “Estamos comendo um produto que deveria ser vendido como a carne mais barata para cachorros e, após esse processo, dão o produto para humanos”, disse Oliver. “Por que qualquer ser humano sensato colocaria carne com amônio na boca de suas crianças?”, questiona.
O processo de conversão da carne é feito por uma empresa chamada Beef Products Inc (BPI), segundo o jornal. O veículo afirma ainda que esse processo nunca foi utilizado no Reino Unido, nem na Irlanda – que utilizam a carne de produtores locais. O McDonald’s negou que tenha sito forçado a trocar sua receita por causa da campanha de Oliver. O jornal diz ainda que outras duas redes de comida rápida, Burguer King e Taco Bell, já tinham sido pressionadas e removeram o hidróxido de amônio de suas receitas.
Resultado de imagem para MCDONALD'S
Após o chefe de cozinha e ativista Jamie Oliver descobrir – e divulgar em seu programa de TV – que a rede McDonald’s utiliza hidróxido de amônio para converter sobras de carne gordurosas em recheio para seus hambúrgueres nos Estados Unidos, a marca anunciou que mudará a receita, segundo informações do jornal Mail Online
Na América Latina, a Arcos Dorados, empresa que opera a marca em toda a região, informa que “o aditivo em questão não é e nunca foi utilizado como ingrediente em qualquer processo da cadeia produtiva da marca”. A companhia acrescenta que os hambúrgueres são preparados com 100% de carne bovina e que toda a produção é validada pelas autoridades regulatórias locais.

SIGNIFICADO DE HIDRÓXIDO DE AMÔNIO

O hidróxido de amônio, de fórmula química NH4OH é uma base solúvel e fraca, só existe em solução aquosa quando faz-se o borbulhamento de amônia (NH3) em água.
Hidróxido de Amônio não é considerado cancerígeno pela OSHA.
Resumo de riscos: Nocivo quando ingerido, inalado e absorvido pela pele. Extremamente irritante para mucosas, sistema respiratório superior, olhos e pele.
Efeitos agudos: A inalação pode causar dificuldades na vítima como consequência: espasmos, inflamação e edema de garganta, pneumonia química e edema pulmonar.
Efeitos crônicos: A exposição repetida ao produto pode causar tosse, respiração ruidosa e ofegante, laringite, dor de cabeça, náusea, vômito e dor abdominal.
Partido foi responsável  por inúmeras realizações no plano social ribamarense.
Retorno de Marco Aurélio Ferreira à presidência da sigla também marca novo momento a ser vivenciado em 2016.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

Como se não bastassem a concepção de projetos como o Centro de Distribuição de Correspondências da cidade balneária e a criação da Frente de Libertação de São José de Ribamar, além das lutas em defesa de bens essenciais como a implantação de poços d'água em bairros como Parque Jair, Parque das Palmeiras e Parque Vitória, o PPS agora se prepara para vivenciar um novo momento na terceira maior cidade do Maranhão quando participará do processo eleitoral de 2016.

Marco Aurélio com ribamarenses: Pleito será levado até o governador do estado, Flávio Dino
Marco Aurélio Ferreira em visita ao Parque Jair; luta por água no bairro abandonado 
Sob forte perseguição da então presidente da sigla, deputada Elisiane Gama, o diretório municipal foi alvo de inúmeras investidas em face do trabalho que vem desenvolvendo em São José de Ribamar. Realidade suplantada com o retorno de Marco Aurélio Ferreira ao comando da legenda. Marco esteve em Brasília e recebeu do presidente nacional do partido, Roberto Freire, carta branca para dá continuidade ao conceito pepelista na cidade balneária.

O PPS em reunião com diretores dos Correios; Centro de Distribuição de Correspondências, hoje uma realidade em São José de Ribamar
Desde 2012 em plena atividade no município, o PPS capitaneou importantes debates na esfera político-social da cidade, saindo na frente, inclusive, de nomes até então reconhecidos como oposicionistas, mas em flagrante derrocada popular. Conseguiu reunir os emergentes e potenciais lideres da esquerda na Frente de Libertação, um movimento inédito no município e ainda forneceu as diretrizes para o que hoje se vê na cidade: uma população em constante preocupação com o futuro e as questões que pontuam o dia a dia dos ribamarenses.