Cutrim falou com exclusividade a ANB
 
POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO 

O pronunciamento feito pelo deputado Raimundo Cutrim(PCdoB) na manhã desta quinta-feira(      veja aqui http://agenciadenoticiasbaluarte.blogspot.com.br/2017/04/na-alema-deputado-raimundo-cutrim.html ) chamando atenção para o fato de que o governador Flávio Dino(mesmo partido) pode  possivelmente estar sendo injustiçado diante da citação de seu nome na operação Lava Jato levou o parlamentar a fazer análise mais aprofundada do atual momento político atravessado pelo Maranhão nos dias atuais. 


''Vivemos um momento de muita irresponsabilidade em relação à propagação de informações que com visível caráter partidário visam desconstruir a imagem dos políticos locais. Essa guerra despropositada já chegou aos limites da insensatez e vem se tornando criminosa. As pessoas esquecem que calúnia, infâmia e difamação são crimes passives de penas e entram na onda generalizada do ataque. É uma irresponsabilidade grande e infelizmente é o que estamos vivenciando no Maranhão nos dias atuais'', disse o deputado a ANB.

Cutrim critica a operação “Carne  Fraca”  feita pela Polícia Federal

O deputado Raimundo Cutrim: ‘’Creio que a eleição em 2018 será uma eleição diferente. Mas ainda pouco consciente. Muito concorrida e com maior participação da população maranhense que, pelo visto, avança no debate da realidade dos municípios. Mas queria frisar que a farta quantidade de informações proporcionadas pelas redes sociais não é garantia de combate à alienação. Essas muitas informações devem passar pelo crivo de uma análise mais acurada, que forme um povo ativo sob o ponto de vista social’’.