domingo, 26 de agosto de 2012



Motoboys usam poesia para dar fim a preconceito em São Paulo






AMANDA KAMANCHEK
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA






"De repente alguma coisa acontece; um trem passando, um pôr do sol, o próprio trânsito", diz Andréa Sadocco, 40. Montada em sua moto Titan vermelha, ela fotografa e inventa poemas a partir de cenas que observa na cidade.



Andréa foi motogirl por seis anos. Agora, se dedica às artes, mas não deixou a moto como meio de transporte.




Ela é uma das integrantes do Coletivo Canal Motoboy, grupo de motoqueiros que se reúne há cinco anos para contar suas histórias na cidade.





O grupo tem de socorrista do Samu (serviço de atendimento de urgência) a professor de filosofia. "Em 2004 entrei no Samu, socorrendo os meus antigos colegas de profissão", diz Marcelo Veronez, 40, conhecido como o "Poeta dos Motoboys".

Motoboys usam poesia para dar fim a preconceito em São Paulo; imagem mostra Neka, Andréa e Ronaldo


Motoboys usam poesia para dar fim a preconceito em São Paulo; imagem mostra Neka, Andréa e Ronaldo




Já o Neka (Eliezer Muniz), 40, deixou de ser motoboy para estudar filosofia na USP.Hoje, ele é professor de uma escola da rede pública na periferia e escritor.



O que todos eles querem é mudar a imagem negativa dos motoboys, que têm fama de perigosos no trânsito --dados da CET mostram que mais de um motociclista morre por dia em São Paulo.
"Existe muito preconceito com o motoqueiro", diz Ronaldo Simão da Costa, 39, motoboy há 20 anos e coordenador do coletivo.



A população de motoboys já soma 160 mil pessoas no Estado. Mas o coletivo ainda é pequeno: tem apenas 12 integrantes, entre eles: Beiço, Deton, Djalma, Mirtão, Neka, Ronaldo, Viralata e Andréa.
Em 2007, com ajuda do artista plástico Antoni Abad, eles começaram a produzir pequenos vídeos e fotos a partir de celulares e a escrever texto em prosa e poesia para o site megafone.net.



Todo o material produzido vai para o site, que já hospeda milhares de registros. São fotos de encontros da turma, mensagens no Dia das Mães, cenas de trânsito, acidentes, orações e festas regadas a cerveja enlatada. "Todos os dias eu tirei uma foto, durante cinco anos", diz Andréa.



Com tanta produtividade, os motoboys dizem que a tecnologia já está ficando ultrapassada. "Estamos mudando a plataforma porque o servidor ficou muito carregado", afirma Ronaldo.




Até a próxima quinta, eles organizam a Semana da Cultura Motoboy, junto com a mostra "Estéticas das Periferias". A programação inclui debates e alguns saraus de poesia. Outras informações pelo site "[www.esteticasdaperiferia.org.br]": http://www.esteticasdaperiferia.org.br/programacao/seminario-3

 
 
 
Arnaldo Colaço pormenoriza e consegue adesões na Região das Vilas



Candidato do PSB prova que está na disputa pela polarização; visitas incansáveis pelos bairros da cidade visam à segunda colocação nas eleições deste ano

 
 

Por Fernando Atallaia

Da Agência Baluarte


 

O candidato do Partido Socialista Brasileiro-PSB ao Executivo Municipal, Arnaldo Colaço mesmo diante dos últimos desgastes à sua campanha, não se intimidou: busca veementemente a segunda colocação na disputa pelo assento na titularidade da Prefeitura Praieira. Para tanto Arnaldo Colaço espera obter a segunda colocação já nas próximas semanas, é o que afirmam fontes ligadas ao diretório do PSB no município.

 

O cálculo desenhado pelo candidato socialista tem razões ''fundamentas'' para pautar Colaço nas visitas, compromissos e encontros de campanha. ‘’ Se ele conseguir o segundo lugar, poderá ir de igual pra igual com Gil na reta final, uma semana antes das eleições, por isso nós temos de trabalhar duro por todo canto’’. Aposta o eleitor do C, Ronaldo Carlos do bairro Jardim Tropical.
Colaço



Arnaldo Colaço: incansável, ele almeja a segunda colocação no card da disputa




A matemática parece apresentar sinais de progresso. Na região das Vilas, o candidato a prefeito vem conseguindo conquistar o eleitor simples da cidade com ações desprovidas das grandes campanhas concebidas pelo marketing político moderno, aquele que aos pouco já mostra a ‘cara´ em São José de Ribamar.’’ Eu gosto deles, são uns meninos, bem jovens, vou votar no C, a minha filha gostou dele, quem sabe ele não pode ser um grande prefeito, ele é pessoa simples’’, afirmou a vendedora Cássia, do bairro Maiobinha.




Arnaldo Colaço, que apresentou seminários em diversas comunidades locais ao longo do lançamento da sua candidatura vem diuturnamente expondo o programa de governo socialista à população da cidade. Na região das Vilas, o candidato já passou por bairros como Vila Sarney Filho, Quinta, Ubatuba, Mata, Matinha, Jardim Tropical, Vila São Luís, Rio de São João, Vila Operária, Vila Nojosa, Vila J. Lima e Cafeteira. As peregrinações continuam.

 
 
Júlio Filho faz caminhada com grupo político e reúne multidão



Caminhada do candidato passou pelos bairros Campina, Maruim e Sede promovendo um grande levante de ribamarenses até o percurso final.

 
 
Por Fernando Atallaia

Da Agência Baluarte






O candidato da Coligação São José de Ribamar Livre e Independente, Júlio Filho reuniu durante a tarde de ontem (25) uma grande multidão na sua terceira caminhada de campanha pelas ruas do município. Desta vez os bairros contemplados pelo grupo que apoia Filho foram Campina, Maruim e Sede, onde centenas de ribamarenses saudaram o candidato a prefeito com votos de sucesso e reconhecimento à sua candidatura.


Ex-prefeito Júlio Matos, Júlio Filho, José Antônio, Santiago Júnior e Mazinho com ribamarenses: sucesso em caminhadas
 
 

Júlio Filho que vem realizando uma campanha que valoriza o chamado ‘corpo a corpo’ tem conseguido mobilizar a população ribamarense em torno do seu Programa de Governo, obtendo  assim milhares de adesões junto ao eleitorado. ‘’ Você mesmo estar vendo ai, essa multidão está conosco porque sabe que temos as melhores propostas para São José de Ribamar, o povo estar cansado de ser engodado por mentiras, chegou a hora da mudança’’, afirmou o candidato.
 

No maruim, os moradores locais regozijaram-se com a presença de Júlio Filho que juntamente com José Antônio (vice) visitaram residências falando àquela comunidade’’. A dona de casa Sara Santos aderiu à campanha. ‘’ Eles são muito simples e tem a nossa cara, são daqui mesmo da cidade e eu adorei a caminhada, com certeza o meu voto e o da minha família são para eles’’, disse a moradora.



Multidão presente ontem em caminhada de Júlio Filho prefeito: adesões espontâneas



Já nos bairros Sede e Campina no Centro da cidade a população local recebeu os candidatos e comitiva com grande entusiasmo, fortalecendo assim o coro das adesões à candidatura de Júlio Filho prefeito. ‘’ Eu vou votar para dar essa força para eles, vou dar esse voto de confiança, chega de gente de fora administrando a nossa cidade, o José Antônio é ribamarense, conheço ele desde criança’’, reconheceu a microempresária Socorro Pacheco, da Sede.
 

 

 

Ministros de Dilma liberam emendas que foram propostas por eles mesmos

 

 
 
 
Ao assumir seus cargos após a chamada "faxina ética" promovida pelo Planalto, os ministros da Agricultura,...
 
 
 
 
 
Do Estado de São Paulo
 
 
 

 
BRASÍLIA - Ao assumir seus cargos após a chamada "faxina ética" promovida pelo Planalto, os ministros da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS), e do Trabalho, Brizola Neto (PDT-RJ), usaram a caneta de suas pastas para pagar emendas parlamentares propostas por eles mesmos no Congresso, quando ainda eram deputados.
 
 
 
 
 
Um terceiro ministro, Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), da Integração Nacional, reservou fatia generosa de recursos destinados por sua pasta para agraciar, em ano de campanha, projeto apadrinhado pelo seu filho, o deputado federal Fernando Bezerra Coelho Filho (PSB-PE), candidato à Prefeitura de Petrolina.




 
 
All my love to Bulgaria, signed Dilma Rousseff

 
                              Presidente Dilma Rousseff: família ministerial de bem com a vida
 
 
Na Agricultura, Mendes Ribeiro já pagou R$ 1,2 milhão para emendas de sua autoria em 2012 - ele figura entre os quatro maiores beneficiados com recursos. O dinheiro foi repassado em maio para seis municípios do Rio Grande do Sul nos quais o ministro teve boa votação em 2010: Passa Sete, Segredo, Doutor Ricardo, Barros Cassal, Salto do Jacuí e Tunas - os últimos quatro municípios são administrados pelo PMDB, partido do ministro. Segundo o sistema controle orçamentário do governo, os recursos liberados bancaram projetos de "desenvolvimento do setor agropecuário".
Antecessor de Ribeiro, Wagner Rossi (PMDB-SP) deixou o cargo em agosto de 2011 sob suspeita de irregularidades, entre elas a de permitir que um lobista interferisse em licitações da pasta.
 
 
 
 
 
No Trabalho, Brizola Neto já liberou R$ 1,8 milhão para projetos apadrinhados pelo deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, que disputa a Prefeitura de São Paulo. O valor é o mais alto pago este ano. Bancou programas de habilitação de trabalhadores ao Seguro Desemprego e de "orientação e intermediação" de mão de obra em São Paulo.
 
 
 
 
 
O segundo no ranking é o próprio ministro, empossado em 3 de maio. Quatro dias depois, a pasta pagou R$ 599.900, referentes a uma emenda dele, para a Prefeitura de Belford Roxo, sua base eleitoral - a cidade é administrada pelo aliado PT. O valor bancou projeto para elevação da escolaridade e qualificação profissional de trabalhadores no Programa ProJovem.
 
 
 
 
Brizola Neto sucedeu a Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, que pediu demissão em 2011 sob suspeitas de favorecer a sigla.
 
 
 
Em família. Na Integração Nacional, Bezerra Coelho já pagou este ano R$ 4,6 milhões de emenda do filho. O dinheiro foi enviado em parcelas para apoio a projetos de desenvolvimento sustentável em Pernambuco, base política da família. Bezerra Filho é o deputado mais contemplado com recursos de emendas específicas, pagas este ano pelo ministério comandado pelo pai.
 
 
 
 
Políticos do PSB lideram os repasses da Integração. Dos R$ 18,7 milhões repassados este ano, receberam R$ 6,7 milhões. Líder do partido na Câmara, Givaldo Carimbão (AL) também está entre os mais contemplados. Conseguiu liberar R$ 2 milhões para investimentos de infraestrutura em seu Estado (leia ao lado mais informações sobre os repasses aos partidos dos ministros).
 
 
 
 
No início deste ano, o Estado mostrou que municípios de Pernambuco vinham sendo privilegiados no rateio dos recursos do ministério para obras de prevenção e enfrentamento de danos naturais. O escândalo quase custou o cargo do ministro.
 
 
 
 
 
Os dados das emendas foram levantados a partir dos pagamentos registrados até terça-feira para as obras e serviços contemplados com dinheiro de emendas específicas, aquelas apresentadas por um deputado só. As emendas genéricas, de grupos, não foram levadas em conta, pois não é possível identificar qual foi o parlamentar contemplado.

N° de visitas

relogio

Facebook

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:

(98) 9 8767-7101

E-mail:

agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com



Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB