Professor do município foi in loco conferir 
Cássio Salis levou revolta de ribamarenses até Promotoria que afirmou priorizar problemática rumo às soluções. 

Por Fernando Atallaia
Direto da Redação 

Uma crise que já se anuncia na área da Saúde em São José de Ribamar com a Central de Marcação de Consultas-CEMARC inerte às demandas dos ribamarenses,  vem se lançando como prenúncio ou ponta de lança para a total defasagem do fornecimento de serviços da Saúde aos mais de 200 mil ribamarenses que buscam atendimento digno em hospitais e unidades de saúde de Ribamar. 

Ribamarenses fazem fila na calçada da CEMARC de São José de Ribamar: agonia diária
Sob essa terrível e irrefutável constatação, o professor Cássio Salis, morador histórico da Vila Kiola e um dos  integrantes do movimento ‘’Desperta Ribamar nas Vilas’’ protocolou na manhã de hoje(12) solicitação junto à Promotoria responsável pelo Setor. Salis reivindicou imediata adequação da prestação de serviços em conformidade com a realidade dos munícipes que sofrem,  diariamente, agruras na hora de buscar atendimento nas Unidades. 
Diante do descaso, o professor entrou com uma representação contra o abandono do Setor junto à Promotoria

De acordo com o professor, a situação da Saúde em Ribamar se agrava a cada dia e caminha para o irremediável. ‘’ Estamos vivendo uma crise no setor  da Saúde em Ribamar nunca antes vista na história desse município, com falta de médicos, enfermeiros, aparelhamentos e com muita humilhação aos ribamarenses, chegou a hora de denunciar esse tormento’’, afirmou ele. 

Salis foi conferir in loco a situação da Saúde de Ribamar na manhã dessa terça-feira: denúncias e registros
A Promotoria, por sua vez, como conta Cassio Salis, declarou resolver os muitos problemas e os imbróglios presentes junto à Prefeitura municipal nas próximas horas. Na CEMARC, no entanto, as filas quilométricas insistem em continuar. Salis fez registros da triste realidade. ‘’ Não vemos empenho da prefeitura e nem tampouco do senhor prefeito em resolver pelo menos os problemas da Central de Marcação de Consulta, o povo tá sendo tratado é na chibata e isso é inadmissível’’, completou o docente. 

O aviso do ultraje: marcação de consulta só na terça-feira
Informações chegadas à nossa Redação dão conta de que as denuncias feitas pelo professor se justificam e condizem com a realidade vivenciada pelos ribamarenses que hoje padecem nas filas de espera. ‘’ Coisa fora do normal, é muito abandono e desrespeito com os ribamarenses, esses mesmo ribamarenses que elegeram esse governo para trabalhar por eles, é lamentável, o que ocorre hoje em Ribamar é um grupo destruindo toda uma cidade e autoestima da população, um grupo de destruidores que está armado contra a Saúde de Ribamar, é assim que eu os defino’’, classificou Cássio Salis.

Ao deus dará
Obras iniciadas pela Prefeitura Municipal com recursos do Governo Federal nunca foram entregues à população que reclama dos péssimos serviços de Infraestrutura implantados. 


Por Fernando Atallaia

Direto da Redação 


‘’ Se fosse pra ficar ainda pior e essa porcaria que aí está, era melhor nem começar a fazer’’. Com essa afirmação o estudante ribamarense Flávio Reis abriu na manhã dessa terça-feira (12) o leque do descontentamento e revolta que vem incomodando os munícipes quando o assunto são as dezenas de obras inacabadas e outras dezenas de ruas e avenidas que nunca foram entregues à população da cidade pelo Executivo Municipal. 


Flávio, assim bem, como a grande maioria da população local seguem insatisfeitos com os serviços da Secretaria de Obras da Prefeitura de Ribamar que vem prestando ao longo da gestão Cutrim grandes desserviços aos ribamarenses da região das Vilas e Sede. ‘’ Eles nunca fizeram o meio-fio das ruas e o asfalto é na verdade uma borra,   tem mato crescendo dentro, é serviço de porco o que eles fazem’’, acrescenta o estudante. 

Prefeitura de Ribamar trabalha com a lógica do ''começou já basta''. Ribamarenses não aceitam ser enganados
Sem fornecer esclarecimentos à população sobre as obras em andamento, o Governo, segundo apurou ANB Online, trabalha atualmente de forma exaustiva nas eleições desse ano, confundindo, inclusive, interesse público com objetivos eleitoreiros. ‘’ A cidade parou, a prefeitura tá trabalhando pra eleger o irmão do prefeito e acabou,   o resto é resto’’, diz um funcionário da instituição. 

O prefeito de Ribamar Gil Cutrim com o secretário de Obras André Franklin(camisa branca à direita): muito fuzuê e péssimos resultados
Diante das centenas de reclamações e denúncias recebidas por ANB  Online nas últimas semanas dando conta da incompletude, do descaso e do alheamento do Executivo ribamarense com os bairros e comunidades aonde a Secretaria anunciou obras, nossa equipe procurou averiguar a situação das ruas contempladas pelos recursos federais e encontrou insatisfação generalizada por parte dos  habitantes da cidade. Tentamos logo após contatar o titular da Pasta André Franklin e o prefeito do município Gil Cutrim para obter possíveis esclarecimentos, mas fomos informados de que ambos, de fato, estavam em campanha e não poderiam ser incomodados. A população segue revoltada.

Zé Alberto, prefeito de Bacabal trai senador João Alberto

 Blog do Minard

Verdadeira traição o que o prefeito de Bacabal, Zé Alberto fez com seu conterrâneo, o senador João Aberto, ambos do (PMDB).
 
Já é de conhecimento de todos que Alberto Filho (PMBD), filho do prefeito de Bacabal disputa a reeleição para deputado federal.
Acontece que nesta eleição o senador João Aberto lançou seu filho João Marcelo também para deputado federal.

Senador João, mais conhecido como 'Carca': correndo atrás de apoio para os 'filhos', em Bacabal o negócio ficou ruim
O senador João Alberto, em busca de apoio de político para o filho, recorreu até o prefeito de Bacabal, que obvio deixou claro que apoiaria Alberto Filho .
Após longas conversas João Alberto disse: “Então você apoia seu filho aqui em Bacabal para federal e apoia meu outro “filho” para estadual, fazendo referência ao deputado Roberto Costa (PMDB)”.