LITERATURA BRASILEIRA: FERNANDO ATALLAIA

POESIA SEMPRE!
Leia na íntegra o poema ‘Abre-te inteira como nunca’ da obra inédita Noite, Putas e Poesia- Crônicas Poéticas do Baixo-Forquilha de autoria do poeta e escritor maranhense Fernando Atallaia

Abre-te inteira como nunca

Dê-me o mundo. Dê-me o chão
Agora e sempre esta interminável sofreguidão e os restos de almofadas
Dê-me a lua fatiada entre os olhos que não tens
Não assim sem aquela lágrima povoada de universos reclamantes
Dê-me o sol-já que não basta à noite só este grito apavorante no escuro
Nem a solidão sabe mais do pular muros como antes

Resultado de imagem para bordeis

Dê-me a pele que guardaste para a carne que queres em sonho a bater à Porta
E por força ou desespero os anelos e apelos pendurados na vidraça
Entre. O que queres mais que eu faça? Entranhas sejam minhas. Minha Língua nessas bocas várias de agora
Implora amor. Dê-me esta hora. Abre-te inteira como nunca.

Fernando Atallaia, São Luís, Maio de 2015


Irmãos esquartejam mulher e escondem corpo em sacolas

Dois irmãos, de 18 e 25 anos, acusados de terem matado e esquartejado uma jovem de 24 anos na cidade Urubici, na serra de Santa Catarina, foram presos pela Polícia Civil.
<p>Os acusados dizem que conheceram a vítima em uma casa noturna da região e alegaram que estavam bêbados.</p>
O corpo foi encontrado nesta segunda-feira, na estrada geral do bairro Baiano, ao lado da Serra do Panelão. 
Os irmãos confessaram o assassinato e levaram a polícia até o local do crime. As partes do corpo foram encontradas em duas sacolas de armazenamento de ração para cavalo. Conforme informou a polícia, o crime aconteceu na noite do último sábado. Em depoimento, os acusados contaram que estavam bêbados e após um desentendimento com a jovem a teriam matado. O irmão mais novo foi quem propôs o esquartejamento.
O corpo foi encontrado nesta segunda-feira, na estrada geral do bairro Baiano, ao lado da Serra do Panelão. No local, os policiais encontraram vestígios de sangue e as roupas que a jovem usava. O Jornal O Dia noticia ainda que a polícia aguarda um laudo pericial para saber se a vítima sofreu violência sexual. No entanto, os acusados permanecem presos e vão responder, pelo menos, por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.
Fonte: Noticias ao Minuto
Lançamento da Exposição Abstraturbano é sucesso na Galeria de Arte
O fotógrafo João Cosme provoca um olhar incomum sobre a paisagem urbana por meio de suas fotografias
Aconteceu na última terça feira, dia 5 de maio, na Galeria de Artes do Sesc Administração, a abertura da exposição Abstraturbano do jovem fotógrafo João Cosme. Composta por dezessete fotografias em preto e branco que evidenciam linhas, texturas e formas geométricas da paisagem urbana, os registros foram realizados em diversos pontos da cidade, evidenciando detalhes que por vezes passam despercebidos no dia a dia, em especial na Universidade Federal do Maranhão, onde cursa Licenciatura em Artes Visuais.
O projeto Abstraturbano surgiu há mais ou menos um ano e meio, quando João começou a dar um olhar diferente para as mais variadas formas existentes no espaço urbano. “Após despertar esse novo olhar, eu comecei a cada vez mais fechar meu trabalho nessa temática voltada para as formas, linhas, o concreto, chegando ao ponto de não mais identificar aquilo que estava fotografando como um objeto, e sim, como linhas, texturas e formas.”

O estudante de Artes Visuais da UFMA, Tiago Moura Pacheco, 21 anos, conta que o título atiçou sua curiosidade e confessa ter ido à exposição com uma ideia diferente do trabalho que encontrou: “Não conhecia o trabalho do João, mas achei fantástico, pois você chega aqui com uma ideia que é completamente desconstruída quando nos deparamos com algo além do que se espera. Gostei muito da forma como ele conseguiu trabalhar com coisas exatas e estáticas e não formas modeladas, como eu imaginava, o que achei muito interessante”.
Raílson Silva conhecia o trabalho de João Cosme em outra área artística: o teatro, da qual participa da Companhia DRAO, e se mostrou impressionado com a forma como o artista consegue transformar o cotidiano em arte: “A forma como ele lida com uma visão, normalmente cotidiana, e como ele transforma em outra visão dentro de uma tela, por meio de uma mudança de ângulo”.
O trabalho de João Cosme teve uma excelente receptividade, o que o incentiva a pensar em projetos futuros. “Tenho vontade de fotografar cores. Registrar as cores da cidade, que são muitas!”
Ao julgar pelo sucesso de Abstraturbano, podemos esperar bons trabalhos do artista João Cosme. A exposição fica a disposição do público até o dia 28 de maio, das 9h às 17h, na Galeria de Arte do Sesc Administração. As visitas mediadas podem ser agendadas pelo (98) 3216-3830.
Matéria enviada por Assessoria de Comunicação do Sesc/MA
Andrea Murad pede ao PMDB que expulse prefeito de Bacuri
A deputada estadual Andréa Murad usou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta manhã para avisar que vai solicitar ao presidente do PMDB, senador João Alberto, que expulse o prefeito de Bacuri, Nixon Santos, do partido.
Em seu discurso, a parlamentar condenou a ação do prefeito envolvido em esquema de agiotagem e o crescimento descontrolado deste tipo de crime no Maranhão. “E eu como deputada quero dizer a todos e ao meu partido, o PMDB, solicito a expulsão a expulsão de Nixon Santos do partido. É inadmissível que o PMDB continue tendo em seu quadro um agiota, que inclusive faz acordo”, argumentou. “E quero saber, aonde vamos parar com essa agiotagem aqui no Maranhão?”.
Resultado de imagem para andrea murad
A deputada Andrea Murad: expulsão para prefeito-agiota
O prefeito Nixon foi preso ontem (05) por ser membro de uma organização perigosa que envolve agiotagem. Ele vinha faturando alto em Bacuri com contratos de licitação por meio de empresas envolvidas em escândalos de notas frias.
A operação de combate à agiotagem e desvio de recursos públicos no estado, foi coordenada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) que efetuou mandados de prisão temporária e condução coercitivas de prefeitos, ex-prefeitos, e outras pessoas envolvidas em esquemas criminosos.

Prefeito de Humberto de Campos é afastado por 180 dias
Em atendimento ao Ministério Público do Maranhão, em Ação Civil Pública por improbidade administrativa, a Justiça determinou nesta terça-feira, 5, o afastamento do prefeito de Humberto de Campos, Raimundo Nonato dos Santos, pelo prazo de 180 dias. 


Na decisão, o juiz da comarca, Marcelo Santana Farias, proibiu a entrada do prefeito ou a sua permanência na Prefeitura do Município e ainda que o mesmo requisite a presença de funcionários municipais a qualquer pretexto. 
Resultado de imagem para prefeito de humberto de campos
ELE É CORRUPTO ATÉ OS OSSOS Na Ação Civil, o membro do Ministério Público comprovou que o prefeito declarou ao Tribunal de Contas do Estado como construída uma quadra poliesportiva nas dependências de uma escola no povoado Taboa desde 2013. No entanto, conforme constatou in loco o promotor, a quadra, que custou aos cofres municipais R$ 143.594,54, só foi construída em março de 2015, após iniciada a investigação. 

No mesmo ato, o magistrado mandou intimar a Câmara de Vereadores de Humberto de Campos para que dê posse, no prazo de 24 horas, a contar do recebimento da decisão, ao vice-prefeito interinamente no cargo de prefeito. 
De acordo com o autor da ação, o promotor de justiça Carlos Augusto Soares, da comarca de Humberto de Campos, o prefeito, alguns secretários municipais e empresários que prestam serviços ao município “utilizaram-se da estrutura administrativa do Município de Humberto de Campos para desviar dinheiro público, mediante fraude a licitação, contratação de empresa que não existe no endereço declarado no processo licitatório e ainda perpetrar outras ilegalidades, com o fim de ocultar os crimes e atos de improbidade já praticados”.

Na Ação Civil, o membro do Ministério Público comprovou que o prefeito declarou ao Tribunal de Contas do Estado como construída uma quadra poliesportiva nas dependências de uma escola no povoado Taboa desde 2013. No entanto, conforme constatou in loco o promotor, a quadra, que custou aos cofres municipais R$ 143.594,54, só foi construída em março de 2015, após iniciada a investigação. 

Carlos Augusto Soares informou, ainda, que o gestor municipal, na tentativa de ocultar o desvio do dinheiro público, iniciou uma intensa movimentação da administração pública, com a contratação de outras empresas ou de terceiros para a construção da quadra em tempo recorde, gerando mais prejuízos ao erário. 

No dia 27 de fevereiro deste ano, o membro do MPMA esteve no povoado Taboa e verificou que no local onde deveria estar a quadra somente “havia um muro parcialmente levantado e muito mato”. Ele ressaltou que há outros casos semelhantes sendo investigados nos povoados de Mutuns, Serraria e São João. 

Na sentença, o juiz revela que ele mesmo foi ao povoado no dia 16 de março e verificou que a obra não tinha sido construída, embora o prefeito tenha informado ao TCE, na prestação de contas do exercício financeiro de 2013, que a quadra poliesportiva teria sido concluída em novembro daquele ano.