sábado, 12 de março de 2016
Jota recebeu a editoria de política de ANB Online e conversou com nossa equipe.

Jota Pinto é formado em Marketing, tem 51 anos e trabalhou por 18 anos na Alumar na área de Produção. Ex-vereador de São Luís e ex-superintendente de Articulação Metropolitana da capital, foi Deputado Estadual atuante na Assembleia Legislativa, quando por quatro anos defendeu os interesses da Baixada Maranhense e da Grande São Luís em plenário.

Atual presidente do Diretório Estadual do PEN/MA, Pinto foi nas últimas eleições para Deputado um dos candidatos mais bem votados em São José de Ribamar. Nessa entrevista a ANB Online, ele fala aos milhares de leitores da Agência Baluarte sobre o que o levou a ser hoje pré-candidato ao Executivo ribamarense naquelas que serão as eleições mais emblemáticas da cidade balneária. Boa leitura: 

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE
Agência Baluarte- Fale um pouco aos leitores de ANB e aos ribamarenses o que o levou a anunciar sua pré-candidatura a Prefeito da cidade.

Jota Pinto- Bom, o que levou à nossa pré-candidatura foi principalmente o clamor de algumas lideranças políticas e comunitárias que clamam por um gestor preparado e competente, que tenha compromisso e responsabilidade com o seu povo e sua cidade, além da densidade eleitoral comprovada nas urnas nas últimas eleições estaduais nos tornando em 2010 e 2014 o segundo deputado estadual mais votado na cidade.


O pré-candidato a Prefeito de São José de Ribamar, Jota Pinto: entrevista a Agência Baluarte naquelas que serão as eleições mais emblemáticas da história recente da Balneária
Agência Baluarte- Como um dos candidatos a Deputado Estadual mais bem votados do município, como você vê hoje o clamor da população por uma acertada e compromissada governabilidade a se iniciar já a partir de janeiro de 2017?

Jota Pinto- Vejo com bons olhos, a população não aguenta mais viver e conviver com administrações desastrosas que trazem prejuízo a população, a população está atenta e tenho absoluta certeza que a população terá maturidade e sabedoria para escolher um gestor compromissado e que garanta a governabilidade com dedicação e muito trabalho.

Agência Baluarte- Como é hoje a sua relação com os demais pré-candidatos e com ex-prefeito Luís Fernando Silva que também concorre neste pleito?

Jota Pinto- Ser adversário político, não significa ser inimigo político, tenho uma boa relação com todos, com o Luís Fernando também não é diferente, tenho uma relação de amizade e respeito.

Agência Baluarte- O PEN, partido presidido por você no Maranhão, é uma das legendas mais atuantes politica e eleitoralmente no estado. Quais as metas da legenda para as eleições de 2016 na Grande Ilha?

Jota Pinto- Na Grande Ilha a meta é eleger Prefeitos, Vice- Prefeitos e Vereadores, em São Luís acreditamos que o PEN fará uma das maiores bancadas, como também em Paço, Raposa e Ribamar.

Agência Baluarte- Voltando a São José de Ribamar, é possível a unidade das oposições visando o lançamento de uma candidatura única ao Executivo local?

Jota Pinto- É possível sim.

Agência Baluarte- Qual mensagem você deixaria aos ribamarenses diante do caos vivenciado hoje pelos munícipes em todas as áreas da Gestão Pública?

Jota Pinto- Uma mensagem de esperança e fé, que a população acredite em dias melhores para a cidade balneária e possa ter sabedoria e maturidade para ajudar a tirar a cidade do caos, escolhendo os melhores para o Legislativo e Executivo, e que a partir de 2017 a população possa viver novos tempos e viver dias melhores e felizes.

Carne de porco é opção mais barata na crise

Fernanda Brigatti
Do Agora Sao Paulo
A carne de porco não é tão popular quanto o bife ou o frango assado, mas tem aparecido mais no prato dos brasileiros, como uma opção mais barata.
Em fevereiro, o preço dessa carne caiu em 0,9% em São Paulo e 1,1% no país.
"E a carne suína tem demonstrado uma queda em seu valor, o que atrai mais consumidores"
A coordenadora do IPCA (inflação oficial), Eulina Nunes, diz que o setor de carne bovina começa a sentir a redução do consumo.
"O preço estava muito alto e o consumidor começa a substituir pelo frango e pela carne suína."
O pesquisador Danton Leonel de Camargo Bini, do IEA (Instituto de Economia Agrícola), ligado à Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento, explica que, com o período de alta no desemprego e a redução no consumo geral, é natural que a opção seja por produtos mais baratos.
"E a carne suína tem demonstrado uma queda em seu valor, o que atrai mais consumidores."

Sem a esquerda, não vai dar

Devemos sonhar com um país menos corrupto, mas só realizaremos esse sonho se tivermos um país plural

Por Eugênio Bucci
A ideia funesta de tentar cassar na Justiça o registro do Partido dos Trabalhadores, acalentada por fileiras incultas do PSDB, caiu por terra. Ainda bem. O projeto autoritário morreu logo, mas a verdade é que nunca deveria ter nascido. Tentar amputar diferenças ideológicas por meio de decretos judiciais é o tipo de ilusão que não apenas não resolve, como agrava as dificuldades da democracia brasileira, que já não são pequenas.
Chega a ser inacreditável que homens públicos com vivência no Parlamento, por mais conservadores que sejam, embarquem em fantasias tão obscurantistas. Partidos, os bons e os maus, refletem correntes de pensamento existentes na sociedade. Suprimir essa ou aquela sigla por medidas artificiais pode até mudar o espectro partidário, mas não muda a sociedade. Além de não solucionar, piora o deficit de representatividade. Piora tudo.
Somente o debate esclarecido e a disputa política, em um ambiente de liberdade plena, dão conta de superar os impasses que surgem no caminho. Qualquer outra saída que não passe pela livre expressão e pela livre associação (partidária, inclusive) é um flerte com regimes ditatoriais. Por isso, ainda bem que, graças a ponderações de tucanos mais sensatos, as falanges menos esclarecidas do PSDB sossegaram o facho.
O problema é que, aparentemente, as falanges sossegaram o facho apenas por enquanto. No fundo, não mudaram de ideia, só toparam fazer um recuo tático. Basta ver que a mentalidade de onde emergem esses despautérios continua histericamente atuante nos bate-bocas das redes sociais. A toda hora a gente lê, vê e ouve desaforos e xingamentos cujo mote é varrer o PT do sistema eleitoral brasileiro. Segundo esse fanatismo primaríssimo, a esquerda seria a origem da corrupção e de toda forma de aparelhamento do Estado. Daí que, em lugar de julgar e condenar indivíduos ou quadrilhas (de esquerda e de direita, tanto faz) pela prática de crimes previstos na legislação, os fanáticos creem que exterminar as organizações de esquerda, que seriam as únicas responsáveis pela roubalheira nacional, resolveria a parada.
Óbvio: os fanáticos, cegos de ódio, estão errados, doentiamente errados. Os fatos – todos os fatos – provam que eles estão estupidamente enganados. A história da corrupção no Brasil começa muito antes do surgimento da primeira agremiação anarquista ou socialista em nossas cidades. Aliás, a participação de grupos (que se diziam) de esquerda no desvio do Erário é uma novidade muito recente. Até outro dia, a subtração do dinheiro público no Estado era um monopólio da direita e das oligarquias mais retrógradas destas terras. Portanto, até hoje, se vista em perspectiva, a corrupção brasileira deve sua existência muito mais à direita do que à esquerda. Além disso, assim como nem todos os militantes de direita são ladrões, nem todos os de esquerda são salafrários. Mais óbvio, impossível.
Não é só aí que os fanáticos erram. Eles também erram quando se esquecem de que foi na esquerda, e não na direita, que as principais lideranças ainda em atividade no Brasil se formaram. Fernando Henrique Cardoso, José Serra, Lula, Dilma, Ciro Gomes, Marina Silva e muitos outros aprenderam a fazer política fazendo oposição à ditadura militar (de direita) e frequentando organizações marxistas. Mesmo nomes que hoje são incensados por direitistas, como FHC e Serra, não seriam o que são sem a formação de esquerda. A maior “escola de quadros” da política brasileira tem sido a esquerda, para o bem e para o mal, não há como negar. Quem acalenta a fantasia de suprimir a esquerda por meio de atalhos jurídicos acalenta a fantasia de negar e falsificar a origem política das lideranças que aí estão.
Em síntese, supor que o Brasil vá melhorar a partir do extermínio burocrático de uma ideologia é um erro que adultera o passado (porque o problema da corrupção não tem sua origem nos anarquistas, socialistas ou nos comunistas do Brasil), o presente (porque boa parte dos melhores quadros da política nacional da atualidade vem de uma matriz de esquerda) e o futuro (porque alimenta a utopia maligna de que um país ceifado em seu âmago e em sua história política será um país “mais civilizado”).
Se querem mesmo um país melhor, os fanáticos devem, mais do que sossegar o facho, rever suas convicções e assimilar de uma vez por todas o que nunca deveriam ter negligenciado: liberdade partidária é fundamental. Podemos (e devemos) sonhar com um país menos corrupto, mas só realizaremos esse sonho se tivermos um país plural. E, sem a esquerda, não haverá pluralismo nem democracia.
Eugênio Bucci é jornalista, professor de Comunicação e colunista da Revista Época.
O apresentador de TV declarou oficialmente apoio ao pré-candidato Luis Fernando Silva a Prefeito, após ato de filiação partidária.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

O produtor e apresentador de TV, Daniel de Jesus se filiou esta semana ao PSDB em declaração de apoio ao pré-candidato a Prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva. 

‘’Recebendo a visita do Dr. Luís Fernando que acaba de deferir minha filiação ao PSDB’’, divulgou Daniel nas suas redes sociais.

O mais novo tucano Daniel de Jesus com o pré-candidato a Prefeito Luís Fernando Silva: ‘’uma escolha muito bem pensada, o PSDB tem muito a acrescentar com meus projetos futuros em São José de Ribamar’’
Daniel de Jesus que até então vinha enfileirando as correntes oposicionistas ligadas à Frente de Libertação de São José de Ribamar e ao também pré-candidato Arnaldo Colaço (PSB), já havia informado com exclusividade a Agência Baluarte acerca de suas movimentações que culminariam com o apoio ao tucano. A decisão foi amplamente comemorada por grande parte dos jovens políticos ribamarenses.


‘’Uma escolha muito bem pensada, o PSDB tem muito a acrescentar com meus projetos futuros em São José de Ribamar’’, pontou de Jesus, que recebeu o apoio de amigos, familiares e agora correligionários do partido. 

Policial militar mata colega de farda durante surto em João Lisboa

Quatro policiais estavam no carro da PM-MA no momento dos disparos.
Soldado foi recolhido ao 3º BPM, com quadro de grave perturbação mental.

Um policial militar recém-incorporado matou um colega de farda dentro de uma viatura na madrugada deste sábado (12), na cidade de João Lisboa (MA), a 640 km de distância de São Luís (MA), no oeste do Maranhão. O caso aconteceu durante um patrulhamento de rotina na praça principal da cidade, por volta de 1h. Quatro policiais estavam dentro do carro da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) no momento do incidente.
O soldado Erasmo – incorporado em 2014 – levou 11 tiros
Depois de disparar dentro da viatura e vitimar o soldado Erasmo – incorporado em 2014 –, o soldado Xandu – que passou para o patrulhamento nas ruas já neste ano de 2016 – se dirigiu a um bar, e efetuou outros disparos. Ninguém foi atingido porque os clientes correram, conforme conta o tenente-coronel da PM-MA Edilson Carvalho, do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Imperatriz (MA) – município localizado a 12 km de João Lisboa (MA).
“O que a gente percebeu foi um fato trágico, uma tragédia lamentável. O policial teve um surto psicótico não percebido anteriormente pelos seus companheiros e no deslocamento para uma ocorrência ele sacou a arma e começou a atirar no interior da viatura, atingiu um dos seus companheiros e em seguida saiu correndo, adentrou num bar, fez mais outros disparos. O policial dentro da viatura veio a óbito”, relata o tenente-coronel.
Após o surto, o soldado Xandu(foto) foi encaminhado a um hospital da região e medicado, e posteriormente recolhido o 3º BPM de Imperatriz (MA).Ele alega não saber o que aconteceu e ser ‘atacado por inimigos’ no momento dos disparos
Após o surto, o soldado Xandu foi encaminhado a um hospital da região e medicado, e posteriormente recolhido o 3º BPM de Imperatriz (MA). De acordo com o tenente-coronel Carvalho, ele ainda apresenta quadro de grave perturbação mental, sem coordenação das ideias e sem condições de prestar esclarecimentos. Ele alega não saber o que aconteceu e ser ‘atacado por inimigos’ no momento dos disparos.
Durante o curso de formação, reitera o tenente-coronel, o soldado não apresentou qualquer sinal que pudesse levar a um quadro de surto e tinha uma postura considerada equilibrada pelos companheiros de turma.
AS INFORMAÇÕES SÃO DO G1MA
IMAGENS DO NOTICIA DA FOTO
EDIÇÃO DE ANB ONLINE

N° de visitas

relogio

Facebook

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:

(98) 9 8767-7101

E-mail:

agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com



Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB